Details

Situação vacinal e exposição a material biológico:o papel das instituições de ensino superior na formação de graduandos na área de saúde no estado de Goiás

by Lima Vieira, Silvana de

Abstract (Summary)
Estudo descritivo realizado em Instituições de Ensino Superior (IES) do Estado de Goiás Fizeram parte do estudo graduandos do último ano/semestre dos cursos da área de saúde Objetivou caracterizar a exposição a material biológico entre os graduandos de cursos da área de saúde no Estado de Goiás; Identificar o perfil vacinal destes graduandos; caracterizar a atuação das IES na orientação do graduando quanto à vacinação às doenças imunopreveníveis de importância para os profissionais da área de saúde (PAS) e verificar nos graduandos vacinados contra hepatite B a realização e a resposta do exame anti-Hbs Realizamos o teste piloto e com auxílio do software Epi-info versão 2004 calculamos um n=651, o que corresponde a 54,0 % da população com intervalo de confiabilidade de 95% Foram observados os aspectos ético-legais da pesquisa Os dados foram obtidos por meio de questionário que foi validado por três juízes A aplicação do instrumento foi em sala de aula O banco de dados foi estruturado e processado no programa Epi-info versão 2004 e os dados apresentados em figuras e tabelas e analisados por meio de estatística descritiva Participaram do estudo 777 (68,5%) dos graduandos matriculados no último ano em 2005 Idade entre 20 e 55 anos média de 34,7 anos moda 23 anos e 83,6% entre 20 a 30 anos O sexo feminino é o predominante com 73,8% Já haviam sido expostos a material biológico 25,4% dos graduandos quanto ao tipo de acidente 64,2% afirmaram terem se acidentado tanto com perfurocortantes quanto com exposição de pele e mucosas Dentre os que se envolveram em acidentes somente 35,2% os notificaram Os graduandos apresentaram maior adesão às vacinas anti-hepatite B que foi referida por 84,9% e apenas 34,0% realizaram o teste anti-HBs; destes 73,0% referiram ser respondedores e 10,0% não sabiam Houve também adesão às vacinas anti-difteria e tétano por 46,8% e anti-amarílica por 25,8% dos graduandos Afirmaram terem sido orientados sobre imunização 92,0% dos estudantes Reconhecem como vacinas recomendadas aos PAS: a anti- hepatite B em 94,8% a anti-difteria e tétano em 77,3% e anti-amarílica em 48,3% das citações As fontes de informação aos graduandos sobre as vacinas recomendadas aos PAS foram: disciplina curricular com 32,3% seguida pela direção da faculdade com 13,6% das citações Embora as IES no Estado de Goiás estejam abordando esta temática a fazem de forma fragmentada e pouco consistente Consideramos imprescindível que as IES estabeleçam com urgência uma política de instituição das vacinas antecedendo a prática clínica e repensem o ensino sobre a prevenção e controle de infecção visando a interdisciplinaridade e principalmente a qualidade do ensino o que refletirá no perfil dos profissionais da área de saúde
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Anaclara Ferreira Veiga Tipple; Adenicia Custodia Silva e Souza

School:Universidade Federal de Goiás

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:exposição ocupacional imunização ENFERMAGEM Pessoal da área médica ? Imunização - GoiásServiço de saúde Goiás Saúde e trabalho Formação

ISBN:

Date of Publication:12/22/2005

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.