Details

Modificação superficial de filmes de poliéster usando plasma a baixa temperatura

by de Carvalho, Thércio Henrique

Abstract (Summary)
Filmes de poliéster possuem um vasto campo de aplicação, devido algumas propriedades que são inerentes desse tipo de material, tais como boa resistência mecânica, resistência química a ácidos e bases e baixo custo de produção. Entretanto possuem limitações, como baixa tensão superficial, superfície não rugosa, pouca afinidade com corantes, e pouca adesão, que impedem o uso dos mesmos para algumas finalidades principalmente quando esse uso requer que o material possua uma boa molhabilidade. Dentre as varias técnicas existentes para aumentar a tensão superficial, as técnicas que utilizam o plasma, como fonte energética, são as mais promissoras pela versatilidade e por não apresentar agentes nocivos ao meio. A modificação superficial de superfícies poliméricas por plasma tem sido bastante utilizada, pois a mesma não apresenta agentes nocivos ao ambiente, as alterações promovidas no material são de escala nanométricas, e comprovadamente é a técnica que tem apresentado resultados mais expressivos. Então, tendo em vista a boa aceitabilidade do uso do plasma em materiais poliméricos, tratou-se filmes de poliéster usando plasma com atmosfera gasosa de oxigênio variando-se o tempo de tratamento de 10 - 60 min com incremento de 10 min a cada tratamento subseqüente, e também usou-se a atmosfera gasosa composta por uma mistura de nitrogênio e oxigênio, variando a concentração gasosa dos mesmos (de 0 ? 100%), para um tempo de tratamento de 10 min. Após o tratamento por plasma as amostras foram caracterizadas por medidas de ângulo de contato, tensão superficial, espectroscopia Raman, Espectroscopia de infravermelho de reflexão total atenuada (IR-ATR), e microscopia de força atômica (AFM), onde foi caracterizado o aumento na molhabilidade dos filmes tratados por plasma bem como as variáveis que contribuíram para tal efeito. O Tratamento de filmes de poliéster com a mistura de O2 e N2, apresenta uma rugosidade superficial das amostras superior a quando se utiliza somente O2 no tratamento com plasma. Por outro lado a modificação química, isto é, a implementação de componentes químicos polares nas superfícies das amostras é obtido mais facilmente usando plasma com O2
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Clóvis de Medeiros Bezerra; Homero Santiago Maciel; José Luis Cardozo Fonseca; Clodomiro Alves Júnior

School:Universidade Federal do Rio Grande do Norte

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Poliéster Tensão superficial

ISBN:

Date of Publication:06/14/2006

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.