Details

Avaliação quantitativa e qualitativa das águas utilizadas na cultura do arroz irrigado em áreas produtoras da Bacia do Itajaí-SC

by Molozzi, Joseline

Abstract (Summary)
A região da bacia do Itajaí/SC, é uma grande produtora de arroz no sistema de plantio prégerminado. Para garantir intensa produtividade, a água é um insumo intensamente utilizado na cultura do arroz irrigado. Sua importância está relacionada ao uso para o preparo do solo, ao suprimento da necessidade de água à planta, à facilidade de controle de plantas daninhas, insetos-pragas e doenças. As práticas culturais para o plantio do arroz irrigado envolvemrevolvimento do solo e aplicação de agroquímicos, podendo causar impactos ambientais negativos. Nesse sentido, o presente trabalho teve por objetivo avaliar o uso da água noprocesso produtivo do arroz irrigado em algumas áreas produtivas da bacia do Itajaí, sob o ponto de vista quantitativo e qualitativo. Foram realizados monitoramentos da qualidade e quantidade na safra agrícola 2004/2005. Para isso foram selecionadas seis propriedades rurais. Nestas áreas não deveriam ocorrer aportes externos intermediários, tais como lançamento de esgotos domésticos, ou resíduos de outras atividades. Também foram selecionados trêsmunicípios na bacia do Itajaí: Agronômica, Trombudo Central e Pouso Redondo. Deste modo, foram elencadas atividades que contemplassem o objetivo geral desta pesquisa; (i) avaliar aevolução temporal do índice IQA de Bascarán, em diferentes formas de manejo da cultura, bem como nos diferentes estádios de desenvolvimento da planta; (ii) quantificar a água usada no cultivo do arroz irrigado; (iii) avaliar a qualidade da água de irrigação e de drenagem, em relação aos agroquímicos, 2,4-D, pyrazosulfuron-etílico, metsulfuron-metílico e quinclorac; (iv) fazer um comparativo entre um índice físico-químico e um índice biológico; (v) verificara evolução da carga de poluentes. Os resultados demonstraram que, tanto no sistema de irrigação por submersão contínua quanto no sistema de irrigação intermitente, o preparo do solo é o que apresentou maior degradação na qualidade de água. Em relação ao consumo deágua, o estágio que teve maior consumo foi estágio de maturação, onde o consumo foi 3.342m3/ha. Globalmente, o consumo de água pela atividade orizícola se manteve dentro dos valores recomendados atingindo patamares de 9.254 m3/ha. Através do IQAb percebe-se que ocorre uma degradação no sentido da qualidade de água de irrigação para drenagem, o que não foi observado no BMWP. A maioria das amostras de águas de irrigação e de drenagem não apresentou concentrações de herbicidas, sendo encontrado somente o metsulfuron, cerca de 79 dias após a sua aplicação, em duas amostras. Já para as águas de drenagem em rios foram encontrados os herbicidas 2,4-D, pyrazosulfuron-etil e quinclorac em concentraçõesacima do permitido pela legislação da comunidade Européia. As cargas de poluentes apresentaram diferenças entre água de irrigação para água de drenagem, nos diferentes estádios de desenvolvimento da planta
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Marcos Rivail da Silva; Marcos Vinícius Winckler Caldeira; José Alberto Noldin

School:Universidade Regional de Blumenau

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:arroz irigado qualidade de água quantidade Engenharias Água na agricultura; Drenagem; Arroz - Irrigação

ISBN:

Date of Publication:02/24/2006

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.