Details

Dinâmica populacional e alimentar de Stegastes fuscus, (Osteichthyes:pomacentridae) em arrecifes da praia de Búzius, no Rio Grande do Norte

by Canan, Bhaskara

Abstract (Summary)
O peixe-donzela, Stegastes fuscus Cuvier, 1830 (Osteichthyes: Perciformes: Pomacentridae), é abundante nos arrecifes costeiros da praia de Búzios, Rio Grande do Norte e desempenha um important e papel ecológico em comunidades recifais. O presente estudo investigou a dinâmica populacional e alimentar desta espécie levando em consideração o regime alimentar e a morfo -histologia do trato digestório. Avaliou -se a influência das variáveis ambientais, tais como, temperatura, pluviosidade e luminosidade em poças de maré. Foram realizadas coletas mensais no período de setembro de 2004 a agosto de 2005, durante as quais foram capturados 842 indivíduos de S. fuscus, sendo 125 machos, 437 fêmeas além de 280 indivíduos com sexo não identificado. A proporção sexual observada foi de 1 M : 3,5 F. Em relação aocomprimento total os valores para machos machos variaram de 3,6 a 11,3 cm, com média de 7,77 cm; para as fêmeas de 2,9 a 11,4 cm, com média de 7,85 cm e p ara ossexos agrupados de 2,9 a 11,4 cm, com média de 7,83 cm, não havendo diferenças entre os sexos quanto ao comprimento total. A espécie estudada apresentou umcrescimento do tipo alométrico positivo e as equações obtidas para a relação entre peso total e comprimento total foram: Wt = 0,0174Lt 3,1123 para machos; Wt =0,0137Lt 3,2294 para fêmeas e Wt = 0,0148Lt 3,1928 para os sexos agrupados. A relação entre o comprimento total e o comprimento padrão foi L t = 1,3223Ls + 0,1527 para ossexos agrupados. Nesses peixes foi observado um período de repouso gonadal que se prolongou de fevereiro a agosto com a desova sendo realizada em janeiro e em setembro e outubro. Em relação ao regime alimentar, as maiores freqüências de estômagos sem alimento ocorreram entre os meses de agosto a dezembro enquanto que as maiores freqüências de estômagos com alimento ocorreram nos meses de janeiro a julho. Em função do volume de macroalgas em sua composição de dieta, a espécie Stegastes fuscus é considerada como preferencialmente herbívora e osaspectos morfo-histológicos confirmam essa preferência. Dentre os fatores abióticos considerados por ocasião do estudo utilizando Stegastes fuscus, apenas a pluviosidadeinfluenciou significativamente no regime alimentar desta espécie
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Arrilton Araújo de Souza; Gilson Luiz Volpato; Jose Zanon de Oliveira Passavante; Maria do Socorro Ribeiro Freire Cacho; Sathyabama Chellappa

School:Universidade Federal do Rio Grande do Norte

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Dinâmica populacional Morfo-histologia Trato digestório BIOLOGIA GERAL

ISBN:

Date of Publication:12/14/2007

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.