Details

Bibliotecários no Brasil representações da profissão

by Machado Teles, Maria Tereza

Abstract (Summary)
Essa pesquisa teve por objetivo geral verificar de que forma os bibliotecários e o corpo docente, no Brasil, constroem a imagem profissional do bibliotecário e se os fatores que representam essa imagem são positivos. A partir desse ponto desdobraram-se os objetivos específicos: verificar como os bibliotecários e o corpo docente dos cursos de graduação em Biblioteconomia e Ciência da Informação definem o que é o bibliotecário e o seu mercado de trabalho e que elementos se destacam nessa definição; identificar quais competências os bibliotecários e o corpo docente destacam sobre a profissão bibliotecária e para o profissional contemporâneo; examinar quais as condutas (morais e éticas) apontadas pelos bibliotecários e o corpo docente como essenciais na vida profissional do bibliotecário; verificar, entre as práticas da profissão, quais são as mais destacadas pelos bibliotecários, corpo docente e pela mídia (reportagens com profissionais); e identificar quais os valores e as crenças sobre os bibliotecários que os docentes transmitem aos alunos por meio das práticas pedagógicas e dos conteúdos das disciplinas ministradas nos cursos para bibliotecários. A revisão de literatura incluiu temas como auto-imagem/autoconceito; identidade; estereótipos; valores ocupacionais; formação profissional; Biblioteconomia no Brasil; normas regulamentares; ética profissional e organizações representativas da categoria. A teoria que fundamentou a pesquisa foi a de Representações Sociais, na perspectiva de Serge Moscovici. Foi realizado um survey junto aos bibliotecários, selecionados por amostra sistemática, cujos dados foram coletados por intermédio de questionários. Procurou-se incluir dois estados por região do país, com exceção da região Norte, cujos cadastros não foram obtidos junto aos Conselhos Regionais de Biblioteconomia. Com relação aos professores, foi feita uma pesquisa exploratória, com amostra intencional de docentes que atuassem na graduação em Biblioteconomia e que não tivessem como linha de pesquisa o profissional da informação, desconsiderando-se outras características como sexo, idade, formação básica, tempo de docência ou titulação. As entrevistas foram realizadas com um docente de um dos estados das regiões da pesquisa. Como as amostras dos participantes da pesquisa não foram probabilísticas, os dados não podem ser extrapolados. Foi utilizado o Statistical Package for the Social Sciences-SPSS para análise dos dados quantitativos e a análise de conteúdo, sob a perspectiva de Laurence Bardin, para análise dos dados qualitativos dos questionários e para as entrevistas. As análises dos dados foram agrupadas conforme as dimensões estabelecidas pelo questionário, que incluiu perguntas sobre os bibliotecários, sobre a Biblioteconomia, sobre o mercado de trabalho e sobre a formação profissional, que foram parcialmente observadas nas entrevistas, pelo roteiro estabelecido. Foram analisadas, também, as escolas que formam bibliotecários, nos estados nos quais os professores entrevistados atuam, procurando identificar a matriz curricular, as características gerais dos cursos, o quadro de docentes, entre outros itens. Os dados obtidos sugerem que existem tendências de imagem positiva ou negativa associando-se os indicadores das dimensões e variáveis como avaliação da escola e salário, entre outras, assim como relacionada à percepção dos professores sobre questões como valorização da profissão e nformação profissional dos bibliotecários.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Sofia Galvão Baptista

School:Universidade de Brasília

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Bibliotecários representações sociais formação profissional auto-imagem

ISBN:

Date of Publication:06/27/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.