Details

A interação na escola e seus significados e sentidos na formação de valores: um estudo sobre o cotidiano escolar

by Trevisan de, Vera Lucia

Abstract (Summary)
Nossa pesquisa versa sobre as interações como favorecedoras ou não da construção e/oumanutenção de valores positivos, atrelados às representações que os atores do espaço escolartêm de si.Seu locus é a escola, entendida como espaço em que se empreendem as práticas sociais de quetomam parte os diferentes atores que a habitam.Nosso objetivo é identificar e analisar as qualidades de interações que favorecem ou não aconstrução de valores morais, tal como o auto-respeito; de valores não morais, tal como aauto-estima e das relações de autoridade, que se pautem pelo respeito e responsabilidade.O método utilizado insere-se no paradigma da pesquisa qualitativa, e constitui-se da narraçãode cenas do cotidiano escolar, elaboradas a partir de observações e gravações em cassete deinterações empreendidas entre os diferentes atores presentes na escola: alunos, professores,coordenadora e representantes do sistema de ensino, e entre esses atores e a pesquisadora.As categorias de análise foram construídas a partir da relação da pesquisadora com o contextode pesquisa e com os enfoques teóricos que sustentam a problemática das interações e dosvalores. Em relação aos enfoques teóricos, a psicologia sócio-histórica, representada porVigotski e seus seguidores e Yves de La Taille, com seus estudos e pesquisas sobre a gênesedos valores morais, constituem-se como base de sustentação para as acepções que formulamosao longo da análise. Por tratarem-se de enfoques teóricos diferentes, procedemos a umaarticulação de conceitos e acepções, que intentam sustentar algumas de nossas interpretações.Nossa conclusão apresenta as qualidades de interações que favorecem ou não a construção de valores, em que afirmamos haver interações mais favorecedoras dessa construção, tais comoas que investem no que o outro tem de melhor, crêem na capacidade do outro a priori, têmdireção, compromisso e organização. Há, no entanto, interações mais desfavorecedoras daconstrução e/ou manutenção de valores positivos, como as que se caracterizam pelaindiferença, descompromisso e omissão. Em se tratando da escola, como organizaçãoburocrática que porta o institucional, a autoridade, na qualidade das relações que têm comocaracterística a assimetria, o respeito e a responsabilidade, constitui-se condição para aconstrução de valores morais. Apresentamos, ainda, no espaço da conclusão, nossacompreensão sobre a relação entre os valores morais e não morais em seu processoconstitutivo da identidade e da vergonha não moral como força motivacional para aresistência dos educadores às novas práticas e/ou à mudança
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Vera Maria Nigro de Souza Placco

School:Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:PSICOLOGIA EDUCACIONAL Ambiente escolar

ISBN:

Date of Publication:11/30/2004

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.