Details

Avaliação institucional e universidade: entre a identidade e a representação

by Sorgatto, Noeli Salete

Abstract (Summary)
No início da década de 1990, em função do Programa de Avaliação Institucional das Universidades Brasileiras (PAIUB), iniciado em 1993 com apoio do Ministério da Educação(MEC), houve forte estímulo à avaliação das atividades realizadas pelas instituições de educação superior (IES) de todo o país. Naquele momento, o objetivo da avaliação era captar fragilidades da proposta formativa das instituições, visando sua superação, ao mesmo tempo em que reafirmava valores e estimulava a qualidade técnica, social e política. A partir de 1995, o PAIUB deu lugar a uma outra política nacional de avaliação, conhecida pelo Exame Nacional de Cursos (ENC), substituída pelo Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), em 2004. Esta investigação, elaborada junto ao grupo de pesquisa Educação, Estado e Sociedade - EDUPESQUISA, analisa a política de avaliação institucional de IES catarinenses vinculadas à Associação Catarinense de Fundações Educacionais (ACAFE), entre 1993 e 2003 ? período em que diversas delas criaram comissões deavaliação. A pesquisa toma, por pressuposto, que a AI permite construir uma representação das atividades acadêmicas (de ensino, pesquisa e extensão) capaz de explicitar o projeto formativo e a identidade das IES. Nessa perspectiva, este trabalho tem por objetivo compreender como as instituições da ACAFE se auto-representaram, a partir do estudo de seus relatórios de avaliação institucional. O fundamento teórico está em autores que discorremsobre concepções de Universidade e de avaliação institucional; em especial, Dias Sobrinho (2000), Leite (2005) e Sguissardi (2000). Como base empírica, foram utilizados relatórios de processos avaliativos de dez IES da ACAFE e, para a sua análise, recorremos aos princípios da Análise de Conteúdo Bardin (1977). Os resultados apontam que, no referido período, os relatórios analisados: (i) apresentam as atividades das IES de forma fragmentada, focando basicamente o ensino de graduação ? há pouca atenção à pesquisa e à extensão; (ii) não fazem do processo avaliativo subsídio para a auto-reflexão e a crítica das atividades acadêmicas. As representações expressas nos relatórios parecem servir mais a fins burocráticos - revelandoque as IES estão ocupadas com atender exigências legais - e, eventualmente, de propaganda institucional - à medida que tendem a apenas descrever e reforçar ?virtudes? ? do que mostrar o resultado de um processo de auto-reflexão com criticidade. Assim, o material analisado sugere que a proposta e o ideário da AI como representação e construção da identidade institucional não se realiza, pois os relatórios carecem de reflexão sobre os processos como também dos produtos apresentados
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Maria Amélia Sabbag Zainko; Otília Lizete Martins de Oliveira Heinig; Stela Maria Meneghel

School:Universidade Regional de Blumenau

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:avaliação institucional políticas de da educação superior EDUCACAO Ensino - Avaliação Santa Catarina; Universidades e faculdades Catarina

ISBN:

Date of Publication:01/29/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.