Details

Ação in vitro da neuwiedase sobre a infecção por T. gondii em fibroblastos humanos e na produção de mediadores inflamatórios por células mononucleares do sangue periférico humano

by Bastos, Luciana Machado

Abstract (Summary)
CAPITULO II: A infecção por T. gondii afeta mais de um terço da população mundial,manifestando-se principalmente em indivíduos imunodeprimidos e na infecçãocongênita. Terapias em uso são limitadas pela resistência do parasita e efeitosadversos. Assim, a busca de novas drogas para o controle dessa infecção éimportante. Neste trabalho, avaliamos os efeitos da neuwiedase, umametaloprotease isolada da peçonha da serpente Bothrops pauloensis, sobre ainvasão e proliferação in vitro do T. gondii em fibroblastos humanos. Osresultados obtidos mostraram que o tratamento realizado sobre célulaspreviamente infectadas ou sobre o parasita antes da infecção, apresentou níveisde inibição da infecção de 71 % e 61%, respectivamente. Os mecanismos deação da neuwiedase precisam ser mais bem investigados, mas a capacidadedessa enzima em degradar alguns componentes da matriz extracelular, comolaminina, fibronectina e colágeno tipo I pode ser importante na diminuição dainvasão de células hospedeiras pelo T. gondii. CAPITULO III: A liberação de citocinas e quimiocinas pró-inflamatórias (IL-12, TNF-amp;#945; e IL-8) e dacitocina antiinflamatória (IL-10) por células mononucleares do sangue periféricohumano (PBMC) foi avaliada após estímulo com neuwiedase, umametaloprotease Zn2+ dependente isolada da peçonha de Bothrops pauloensis.Iniicialmente, através do ensaio de metabolização do MTT, verificamos que aneuwiedase não afetou a viabilidade celular das PBMCs nas diferentesconcentrações testadas (3, 6 e 12 amp;#956;g/mL) Os sobrenadantes de PBMCscultivadas na presença de neuwiedase foram coletados e submetidos ao ensaiode ELISA sanduíche para quantificação da produção de citocinas e quimiocinas.Sob estímulo da neuwiedase, as células mononucleares aumentaram de formasignificativa a produção de IL-12p40, IL-8 e TNF-amp;#945; e não houve alteração naprodução de IL-10 em relação aos controles não estimulados. Esse estudoconfirma o efeito inflamatório da neuwiedase envolvendo a liberação demediadores pró-inflamatórios, provavelmente contribuindo para o dano localsevero induzido pelo envenenamento por Bothrops pauloensis. CPITULO III: A liberação de citocinas e quimiocinas pró-inflamatórias (IL-12, TNF-amp;#945; e IL-8) e dacitocina antiinflamatória (IL-10) por células mononucleares do sangue periféricohumano (PBMC) foi avaliada após estímulo com neuwiedase, umametaloprotease Zn2+ dependente isolada da peçonha de Bothrops pauloensis.Iniicialmente, através do ensaio de metabolização do MTT, verificamos que aneuwiedase não afetou a viabilidade celular das PBMCs nas diferentesconcentrações testadas (3, 6 e 12 amp;#956;g/mL) Os sobrenadantes de PBMCscultivadas na presença de neuwiedase foram coletados e submetidos ao ensaiode ELISA sanduíche para quantificação da produção de citocinas e quimiocinas.Sob estímulo da neuwiedase, as células mononucleares aumentaram de formasignificativa a produção de IL-12p40, IL-8 e TNF-amp;#945; e não houve alteração naprodução de IL-10 em relação aos controles não estimulados. Esse estudoconfirma o efeito inflamatório da neuwiedase envolvendo a liberação demediadores pró-inflamatórios, provavelmente contribuindo para o dano localsevero induzido pelo envenenamento por Bothrops pauloensis.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Veridiana de Melo Rodrigues Ávila; Amélia Hamaguchi

School:Universidade Federal de Uberlândia

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Toxoplasmose Toxinas de serpente Atividade in vitro Citocinas Células mononucleares Cobra venenosa - Veneno

ISBN:

Date of Publication:02/28/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.