Details

Avaliação in vitro da ação do hipoclorito de sódio e de pastilhas efervescentes quanto à alteração de cor em resinas acrílicas termopolimerizáveis e de microondas

by Peracini, Amanda

Abstract (Summary)
O objetivo deste estudo foi avaliar a alteração de cor de resinas acrílicas termopolimerizáveis (convencional e de microondas) após imersões em soluções químicas higienizadoras de próteses totais em diferentes períodos de tempo. Foram obtidos padrões em cera (15mm de diâmetro e 4mm de espessura), a partir de uma matriz de teflon, que foram incluídos em muflas convencionais e para microondas. Após a eliminação da cera, as resinas foram manipuladas, prensadas e polimerizadas segundo as instruções dos fabricantes. Foram confeccionados 200 corpos-de-prova, 100 de cada marca comercial das resinas Lucitone 550 (L) e Onda Cryl (OC), os quais foram imersos nas soluções: A)Água destilada-3 min.; B)Bony Plus -3 min.; C)Água destilada-5 min.; D)Corega Tabs-5 min.; E)Água destilada-20 min.; F)Hipoclorito de sódio a 0,5%-20 min.; G)Hipoclorito de sódio a 1%-20 min.; H)Água destilada-8 horas; I)Hipoclorito de sódio a 0,5%-8 horas; J)Hipoclorito de sódio a 1%-8 horas. A alteração de cor foi avaliada empregando-se um espectrocolorímetro (Color Guide 45/0 BYK-Gardner) antes e após a simulação de 180 dias de imersão. Os resultados foram comparados por meio da análise de variância (ANOVA) para dois fatores, seguida pelo teste de Student-Newman Keuls, com nível de significância de 0,05. Para correlacionar as diferenças de cor para o ambiente clínico, os dados foram calculados de acordo com as unidades da National Bureau of Standards (NBS). Os resultados mostraram que a resina Lucitone 550 (ΔE = 0,47±0,18) apresentou-se mais estável que a Onda-Cryl (ΔE = 0,53±0,31). Para ambas as resinas, as pastilhas, os hipocloritos por 20 minutos (0,5% e 1%) e por 08 horas (0,5%) não provocaram alterações maiores que seus respectivos controles (L-A: 0,27 ±0,10; L-B: 0,44±0,21; L-C: 0,48±0,21; L-D: 0,46±0,13; L-E: 0,29±0,07; L-F: 0,37±0,08; L-G: 0,47±0,10; L-H: 0,61±0,11; L-I: 0,55±0,10; OC-A: 0,22±0,08; OC-B: 0,43±0,32; OC-C: 0,65±0,35; OC-D: 0,41±0,11; OC-E: 0,31±0,11; OC-F: 0,29±0,07; OC-G: 0,37 ±0,11; OC-H: 0,78±0,10; OC-I: 0,79±0,08). As soluções de hipoclorito a 1% (L-J: 0,74±0,09; OC-J: 1,06 ±0,13) causaram maiores alterações que seus respectivos controles. As soluções empregadas por 08 horas (água e Hipocloritos a 0,5% e 1%) provocaram alterações classificadas como leves, segundo o sistema NBS. Os achados deste estudo revelaram que as pastilhas efervescentes, quando usadas de acordo com as instruções dos fabricantes, e o hipoclorito de sódio (0,5% e 1%) por 20 minutos apresentaram menores valores de alteração de cor nas resinas acrílicas após um período de uso simulado de 180 dias. Médias mais elevadas foram obtidas quando um regime de 8 horas foi simulado.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Helena de Freitas Oliveira Paranhos; Celio Jesus do Prado; Raphael Freitas de Souza; Helena de Freitas Oliveira Paranhos

School:Universidade de São Paulo

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords: Cor Higienizadores de Dentadura Prótese Total

ISBN:

Date of Publication:07/10/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.