Details

Repercussões imediatas nas provas de função pulmonar no pós-operatório de indivíduos com obesidade grau II e mórbida submetidos à cirurgia de redução gástrica por celiotomia ou videolaparoscopia

by Cardoso Filho, Geraldo Magela

Abstract (Summary)
A obesidade é atualmente a doença crônica mais comum nos países desenvolvidos e está associada às mais graves e mórbidas situações clínicas, incluindo os distúrbios respiratórios que podem ser agravados por procedimentos cirúrgicos e assim aumentando a permanência hospitalar. A redução gástrica para tratamento da obesidade tem sido considerada, após 45 anos de estudo, uma das opções para o controle eficaz e duradouro na redução de peso corporal. Para identificar e quantificar o impacto da abordagem cirúrgica sobre a função pulmonar na gastroplastia por celiotomia (GC) e videolaparoscopia (GV), foram avaliados 17 pacientes candidatos à gastroplastia pela técnica de Capella, por celiotomia (8 mulheres e 9 homens) com média de idade de 32±9,8 anos, média de IMC de 47±7,2Kg/m2 e 20 pacientes por abordagem videolaparoscópia (13 mulheres e 7 homens) com média de idade de 35±9,6anos, média de IMC de 44±5,9Kg/m2. Esses pacientes foram submetidos à espirometria , oximetria de pulso e monitorização da freqüência respiratória (FR) antes e após a cirurgia até a 30ª hora e avaliação da dor pela escala visual analógia modificada após a espirometria. Quanto aos resultados no pré-operatório, todos os pacientes apresentaram provas de função pulmonar normais. Observou-se que do pré para o pós-operatório houve reduções significativas de 38,53% na capacidade vital forçada (CVF), 39,11% do volume expirado no primeiro segundo (VEF1) e 37% do pico de fluxo expiratório (PFE) no grupo GC e reduções também significativas de 38,37% de CVF, 35,53% de VEF1 e 41,57% de PFE no grupo GV. A freqüência respiratória apresentou aumento médio com significância estatística de 16,98% e 14,79% respectivamente nos grupos GC e GV. A redução média da saturação de oxigênio não foi significativa nos dois grupos.O tempo cirúrgico foi de 179 minutos para o grupo GC e 163 minutos para o grupo GV e os escores de dor foram de 3,58 para o grupo GC e 3,40 para o grupo GV. Os resultados obtidos neste estudo nos permitem concluir que indivíduos com obesidade grau II e mórbida apresentaram espirometrias normais no pré-operatório e que ao se submeterem à gastroplastia pela técnica de Capella por celiotomia ou por videolaparoscopia, apresentaram um padrão espirométrico de restrição pulmonar no pós-operatório imediato.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Augusto Diogo Filho

School:Universidade Federal de Uberlândia

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Provas de função pulmonar Obesidade Cirurgia Capella CIENCIAS DA SAUDE Aparelho digestivo -

ISBN:

Date of Publication:05/28/2007

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.