Details

Produção, fenologia e qualidade dos frutos de Butiacapitata em populações de Santa Vitória do Palmar

by Schwartz, Elisane

Abstract (Summary)
As espécies da família Arecaceae apresentam grande importância econômica e sãoexploradas comercialmente na produção de óleo, amido, palmito, ceras, fibras ecomo fonte de alimento. A espécie Butia capitata produz frutos comestíveis compotencial de exploração da polpa, que pode ser consumida ao natural ou na formade sorvete, suco, licor e doce. Pouca pesquisa existe a respeito desta espécie,tornando-se um grande desafio encontrar e melhorar os acessos com potencialeconômico. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho foi avaliar a fenologia,caracteres relacionados à produção além de atributos físicos, químicos e funcionaisdos frutos de distintas populações, com características viáveis para exploraçãocomercial. Os experimentos foram conduzidos no município de Santa Vitória doPalmar. Os dados utilizados no primeiro artigo foram obtidos em duas safras,2005/2006 e 2006/2007, em três populações distintas de butiazeiros, utilizando-seseis plantas de cada uma delas, com amostras de 50 frutos de cada cachoproduzido. O segundo artigo foi dividido em dois experimentos, no primeiro, foramselecionados, ao acaso, dez genótipos de butiazeiro, sendo avaliadas característicasda inflorescência. Para isso, cada inflorescência foi dividida em três porções, basal,mediana e apical, sendo avaliadas oito ráquilas de cada região. No segundoexperimento, foram selecionados, ao acaso, seis indivíduos adultos de cada umadas quatro populações de butiazeiros, que foram visitados regularmente para coletade dados, durante duas safras. Os dados do terceiro artigo foram coletados atravésde amostras de frutos de quatro populações de butiazeiro, com seis genótiposdistintos em cada população, sendo verificadas as possíveis diferenças entre aspopulações e entre os genótipos dentro de cada população. Foi verificado que aspopulações de Butia capitata avaliadas apresentam variabilidade para duração dociclo, coloração da epiderme dos frutos, volume de suco produzido, relação entresólidos solúveis totais e acidez total titulável, características biométricas de fruto eprodutividade anual. Uma das três populações avaliadas se destaca em termos deprodutividade e rendimento industrial. Duas dessas populações apresentammelhores características biométricas de fruto. Outra população apresenta a melhorrelação entre sólidos solúveis totais e acidez total titulável. O período de floração dobutiazeiro ocorre de novembro a março, sendo que o seu pico ocorre na primeiraquinzena de janeiro e a colheita ocorre de fevereiro a junho, sendo o pico durante omês de março, podendo também ser observado que uma das populações apresentacolheita mais tardia. Existem diferenças entre genótipos, considerando as trêsporções da inflorescência, para as características número de flores masculinas,números de flores femininas, relação entre flores masculinas e femininas ecomprimento de ráquila. Para a maioria dos genótipos, a parte basal dainflorescência é a que apresenta a maior quantidade de flores femininas. Há umarelação média de 14,84 flores masculinas para cada flor feminina. Na avaliação dopercentual de cachos que efetivamente atingiram ponto de maturação verificou-seum valor médio de 90,31%. Dentro de cada população, há variabilidade genética,entre os indivíduos, para o conteúdo de carotenóides totais e ácido L-ascórbico. Osconteúdos médios de ß- caroteno e ácido L-ascórbico, no butiá, são de 24,23amp;#956;g.g-1 e39,13mg.100g-1, respectivamente.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:José Carlos Fachinello; Rosa Lia Barbieri

School:Universidade Federal de Pelotas

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Colheita Floração Frutificação Fitoquímicos AGRONOMIA

ISBN:

Date of Publication:07/04/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.