Details

Mediação pedagógica, inserção escolar de alunos comdeficiência mental e arte: um olhar sobre o projeto espaçocriativo

by de Moraes, Marcela Cristina

Abstract (Summary)
A inserção de crianças com necessidades educacionais especiais no ensino regular é garantidapela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional ? LDB 9.394/96. A presença dessascrianças na escola regular exige mudanças em todo o contexto escolar, a fim de contribuirpara o seu desenvolvimento. No Estado de Goiás, a Secretaria de Educação criou o ProjetoEspaço Criativo com vistas a promover nos municípios goianos a inclusão escolar por meioda arte. A proposta do presente estudo foi investigar a mediação pedagógica de docentes emuma escola pólo do Projeto Espaço Criativo, uma escola pública da cidade de Itumbiara quese propõe a incluir seus alunos com deficiência mental usando a arte, com o objetivo deconhecer e analisar a mediação na prática pedagógica das professoras regente, de apoio e derecursos, que atuam na 4ª série do Ensino Fundamental. Para isso, foram realizadasobservações e videogravações do contexto focalizado, e entrevistas semi-estuturadas,gravadas em áudio, com as três professoras e três alunos com deficiência mental. O materialfoi analisado microgeneticamente para a organização das categorias. Com relação à mediação,percebeu-se que ela é diferenciada para os deficientes mentais; a professora regente não osconsidera como seus alunos e a professora de apoio trabalha em um canto da sala, passandopalavras e números para eles copiarem e tarefas de recorte e colagem. A mediação daprofessora de recursos ocorre por meio dos materiais que prepara, e consta de atividadesmimeografadas e desenhos ampliados para pintura. Observou-se que as atividades oferecidaspelas professoras são padronizadas e monótonas, não favorecendo a autonomia e nem oraciocínio abstrato. As professoras usam as atividades artísticas para ocupar o tempo dosalunos deficientes mentais quando eles não conseguem acompanhar o restante da sala. OProjeto Espaço Criativo não acontece na prática e as professoras desconhecem a importânciada arte para o desenvolvimento afetivo e cognitivo. Estas falhas podem ter como responsáveisos idealizadores do projeto, que não ofereceram os recursos necessários para a suaimplementação e realização, como indicam as professoras ao enfatizar que não fizeram cursosespecíficos para trabalhar com arte e ao se queixar da falta de materiais. O estudo realizadoconstatou que a inclusão não ocorre efetivamente, havendo inclusive momentos de segregaçãomencionados pelos alunos com deficiência mental e observados no trabalho de campo. Tornaserelevante discutir a necessidade da formação de professores voltada para a atuação juntoaos alunos com necessidades educacionais especiais inseridos no ensino regular, pois oparadigma da inclusão é uma mudança que envolve todo o contexto escolar. As práticas quevisam à inclusão precisam ser constantemente questionadas para que ao longo do tempopossam ser construídas propostas viáveis, uma vez que a arte, se adequadamente utilizada,constitui uma alternativa promotora de desenvolvimento e aprendizagem.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Sílvia Maria Cintra da Silva; Claudia Dechichi; Célia Maria de Castro Almeida

School:Universidade Federal de Uberlândia

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Mediação pedagógica Ensino e aprendizagem em arte Inserção escolar Formação de professores Inclusão educação - Goiás (Estado) Educação especial

ISBN:

Date of Publication:05/31/2007

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.