Details

Associação entre polimorfismos em enzimas de reparo de DNA e ocorrência de meningite bacteriana.

by da Silva, Thayse Azevedo

Abstract (Summary)
Apesar dos avanços no desenvolvimento de vacinas e terapias, a meningite bacteriana (MB) continua sendo uma das principais causas de morte e seqüelas neurológicas causadas por uma doença infecciosa. Como parte da resposta inflamatória ao patógeno invasor, fatores como espécies reativas de oxigênio (ROS) são geradas, podendo causar danos no DNA e ativar seus mecanismos de reparação. É possível que a susceptibilidade individual do hospedeiro à MB possa ser em parte determinada por polimorfismos não-sinônimos (SNPs) que possivelmente alterem a função de enzimas de reparo de DNA da via BER como PARP-1, OGG-1 e APE-1. Estas enzimas, além da importante função na correção de danos no DNA, também desempenham papel de reguladores inflamatórios. Neste trabalho foram investigados os SNPs não-sinônimos APE-1 Asn148Glu, OGG-1 Ser326Cys, PARP-1 Val762Ala, PARP-1 Pro882Leu e PARP-1 Cys908Tyr em pacientes com meningite bacteriana (MB), meningite crônica (MC), meningite asséptica (MA) e não infectados (controles). Como resultado, foi encontrado um aumento na freqüência dos alelos variantes de PARP-1 Val762Ala (P = 0.005) e APE-1 Asn148Glu (P=0.018) em pacientes com MB, de APE-1 Asn148Glu em pacientes com MA (P = 0.012) e diminuição da freqüência do alelo variante OGG1 Ser326Cys (P = 0.013) em pacientes com MC em relação às freqüências alélicas observada nos controles para estes polimorfismos. Foi observado um maior número de indivíduos heterozigotos e/ou homozigotos polimórficos para os genótipos polimórficos PARP-1 Val762Ala (P= 0.0399, OD 4.2, 95% IC 1.213 -14.545) e PARP-1 Val762Ala/ APE-1 Asn148Glu (P = 0.0238, OD 11.111, 95% IC 1.274 - 96.914) no grupo MB em relação ao que se era esperado dentro de uma população não-infectada. Observou-se também uma maior incidência de SNPs combinados em pacientes com MB quando comparado ao grupo controle. Estas relações trazem evidências de que os SNPs analisados causam alguma susceptibilidade à doença. O efeito combinado destes SNPs parece influenciar a regulação das principais citocinas e de outros fatores relacionados com a resposta inflamatória a MB, mostrando a importância da ativação de enzimas de reparo de DNA não somente quando o DNA é danificado, mas para outras funções essenciais ao equilíbrio do organismo humano.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Lucymara Fassarela Agnez Lima; Adriana Ferreira Uchoa; Mara Helena Hutz

School:Universidade Federal do Rio Grande do Norte

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:BIOLOGIA GERAL Meningite bacteriana Reparo de DNA

ISBN:

Date of Publication:04/08/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.