Details

Comunicação entre mãe-filho em alojamento conjunto à luz dos fatores proxêmicos

by Vasconcelos, Simone Gonçalves

Abstract (Summary)
Proxemia representa neologismo para designar o conjunto das observações e teorias referentes ao uso que o homem faz do seu espaço, constituindo-se uma modalidade de comunicação não-verbal. A comunicação proxêmica estuda o significado social do espaço, ou seja, estuda como o homem estrutura inconscientemente o próprio espaço. Neste estudo aborda-se a comunicação proxêmica entre mãe-filho em alojamento conjunto. Faz-se um julgamento comparativo entre binômios com sorologia negativa e positiva para o HIV. Como objetivo geral, menciona-se analisar as interações entre mãe-filho durante a troca de fraldas do bebê em alojamento conjunto, à luz dos fatores proxêmicos. Desenvolveu-se um estudo exploratório, descritivo e quantitativo entre dezembro de 2005 e fevereiro de 2006 em unidade de alojamento conjunto de uma Maternidade pública de Fortaleza-CE, utilizando-se filmagens para avaliar a comunicação. As filmagens foram realizadas em sala do alojamento conjunto, durante as primeiras 48 horas de vida do recém-nascido, onde se executa a antropometria, a troca de fraldas, o banho e a vacinação dos recém-nascidos. A população constituiu-se de uma amostra de conveniência de um grupo de binômio (G1 n=5), no qual a mãe não apresenta sorologia positiva para o HIV, e um segundo grupo (G2 n=3) em que a mãe tinha conhecimento da sorologia positiva para o HIV, antes do parto. Pelas filmagens registraram-se as cenas do momento da troca de fraldas dos bebês. Estas foram analisadas por juizes, obedecendo-se o referencial teórico de Hall (1986) sobre a comunicação proxêmica. À medida que se observou repetição dos componentes da comunicação proxêmica, elas foram finalizadas. Para análise utilizou-se um roteiro previamente elaborado, que constava de fatores proxêmicos: tom de voz, distância, comportamento de contato e contato visual. De acordo com os dados, encontrou-se associação estatística nos fatores código visual e tom de voz. Houve concordância absoluta entre os juízes no fator postura. Entretanto, dados relativos (%) permitem inferir algumas suposições, como as seguintes: a situação de troca de fraldas não foi o momento em que as mães demonstraram carinho com seus filhos; houve a presença de um número elevado de interações em eixo lateral; o olhar direcionado ao interlocutor manteve margem próxima do desviado; a maioria das interações encontradas com o eixo sociopeto pode refletir na necessidade de a mãe ficar próxima do filho para a troca e a presença do silêncio no procedimento. Estudos poderão ser desenvolvidos com vistas a ampliar o processo de avaliação da comunicação nas fases iniciais da vida, pois o conhecimento do processo comunicativo entre mãe e filho pode auxiliar no julgamento da validade da implementação de esforços para torná-la o mais saudável possível desde as primeiras horas pós-parto, especialmente em pacientes com HIV/aids, os quais têm uma história de vida peculiar, marcada por episódios dolorosos diante dos infortúnios da doença e das incertezas quanto ao seu prognóstico.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Maria Vera Lúcia Moreira Leitão Cardoso; Marli Teresinha Gimenez Galvão; Namie Okino Sawada; Paulo César de Almeida

School:Universidade Federal do Ceará

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:ENFERMAGEM Comunicação Alojamento conjunto Relações Mãe-Filho Síndrome de Imunodeficiência Adquirida Transmissão Vertical Doença Soropositividade para HIV

ISBN:

Date of Publication:08/29/2006

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.