Details

Relação entre arquitetura humana e desempenho orçamentário numa organização estruturada

by Pelliser, Lucy Yuriko

Abstract (Summary)
A motivação humana tem sido o propósito de estudos na busca de uma resposta para o desenvolvimento organizacional. A despeito das melhorias esperadas com o crescimento tecnológico num mundo agora globalizado, o que se tem visto são organizações onde os funcionários detém baixo nível de energias, estão envolvidos em atividades não relacionadas ao trabalho, oferecendo atendimento inadequado aos clientes entre outras atitudes cotidianas. De estruturas hierárquicas baseadas em modelos científicos ao modelo burocrático, as organizações passaram para um novo modelo organizacional. Este modelo, chamado de arquitetura organizacional, prioriza a organização além da sua parte estrutural, abrangendo decisões sobre configuração, dinâmica e estética. Estas propostas são combinadas de tal maneira que resultam na criação de uma organização mais produtiva. Nesta pesquisa busca-se olhar a organização através da ótica humana de sua arquitetura organizacional. Esta perspectiva busca estudar a relação entre a motivação humana e o desempenho orçamentário, que é o resultado da força da estrutura e do material humano para um resultado financeiro positivo. Busca também o desenvolvimento humano que é a base para o desenvolvimento organizacional. Este caso estuda uma organização com uma estrutura bastante característica que é a atividade bancária. A partir da teoria motivacional de Dean Sptizer denominada "Supermotivação: uma estratégia para dinamizar todos os níveis da empresa", foi desenvolvido um questionário para levantar o nível motivacional de uma amostra-padrão constituída por seis agências do Banco do Brasil em Santa Catarina. As agências foram escolhidas com base no desempenho orçamentário definido pelo Banco do Brasil, sendo que três delas têm o melhor e três o pior desempenho orçamentário no ano de 2003. Os questionários foram aplicados aos funcionários daquelas agências e os resultados analisados através de estatística descritiva. Este método permite a comparação dos grupos de agências e sua análise à luz das bases teóricas da pesquisa. A pergunta desta pesquisa é se a motivação melhora o desempenho orçamentário. Os resultados comprovam as teorias motivacionais de Sptizer, pois as agências com melhor desempenho orçamentário são aquelas onde a motivação é maior. A importância desse estudo é mostrar que a motivação faz a diferença na produtividade e no desenvolvimento humano. Mais do que isso ela é a chave para a conquista da vantagem competitiva que se busca no atual mercado turbulento e dinâmico. Esta pesquisa mostra a importância de manter os funcionários motivados no contexto do trabalho para que seu resultado se transforme no desempenho orçamentário esperado pela organização
Bibliographical Information:

Advisor:Riccardo Riccardi; Leonel Cézar Rodrigues; Fred Leite Siqueira Campos

School:Universidade Regional de Blumenau

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:arquitetura organizacional motivação desempenho orçamentário organizational architeture design motivation financial performance administracao de recursos humanos no trabalho orçamento

ISBN:

Date of Publication:

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.