Details

Detecção e caracterização molecular de astrovírus e norovírus em casos de gastroenterite aguda em crianças hospitalizadas no município do Rio de Janeiro

by Montero, Matías Victoria

Abstract (Summary)
A gastroenterite viral aguda é responsável por uma significante morbidade e mortalidade em crianças e é crescente a importância dos astrovírus humanos (HAstV) e dos norovírus (NV) como agentes desta infecção em todo o mundo. O objetivo deste estudo foi determinar a freqüência e a caracterização molecular de HAstV e NV pela reação em cadeia pela polimerase precedida de transcrição reversa (RT-PCR) e sequenciamento parcial de 318 amostras fecais de crianças com gastroenterite aguda hospitalizadas no município do Rio de Janeiro. As amostras foram obtidas durante o ano de 2004 em três hospitais da rede municipal (Jesus, Salles Neto e Souza Aguiar), tendo sido previamente investigadas para detecção de Rotavírus (RV) e Adenovírus entéricos (AdV). Os diferentes protocolos de RT-PCR detectaram um percentual de positividade de 20,4% (65) e 13,5% (43) para NV e HAstV, respectivamente. Um total de 30 (9.4%) co-infecções foram identificadas, sendo 16 HAstV e RV, oito NV e RV, três HAstV e NV e três triplas infecções (HAstV, NV, RV). As infecções por HAstV e NV foram detectadas em todos os grupos etários estudados, com cerca de 80% das infecções ocorridas em crianças de até 24 meses. As infecções por HAstV apresentaram um pico de positividade durante o período de março a maio, quando observou-se queda na temperatura média e na precipitação. Foram observados dois períodos de maior ocorrência de casos de NV, março-maio e setembro-outubro, sendo evidenciada uma relação inversamente proporcional entre a freqüência de detecção dos NV e a precipitação, associando os NV com períodos secos. Vômito, tosse e febre foram as manifestações clínicas mais frequentemente observadas. A genotipagem de 35 amostras de HAstV pelo seqüenciamento parcial da região do genoma que codifica para a proteína do capsídeo (ORF2) caracterizou 25 (71,4%) HAstV tipo 1, 6 (17,1%) HAstV tipo 2, 3 (8,6%) HAstV tipo 8 e 1 (2,9%) HAstV tipo 4. O seqüenciamento parcial de 28 amostras da região que codifica a polimerase dos Norovírus identificou uma amostra como pertencente ao genogrupo (G) I, Grupo Genético (GG) 2, e as restantes como GII. A região analisada não permitiu a caracterização dos grupos genéticos das amostras pertencentes ao GII. Os dados obtidos neste trabalho demonstram a importância dos NV e dos HAstV como importantes agentes da gastroenterite infantil aguda. A implantação do diagnóstico destes vírus poderia auxiliar nos cuidados aos pacientes pela redução no uso desnecessário de antibióticos, principalmente quando o diagnóstico de rotavírus é descartado.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Marize Pereira Miagostovich; José Paulo Gagliardi Leite

School:Faculdades Oswaldo Cruz

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:norovirus astrovirus gastroenterite gastroenteritis virologia

ISBN:

Date of Publication:03/21/2006

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.