Details

Florística e fitossociologia em trechos de vegetação do complexo de Campo Maior, Piauí

by Soares de, Ruth Raquel

Abstract (Summary)
Visando contribuir para um melhor conhecimento da vegetação do Piauí e, em especial para as áreas ecotonais, realizou-se o presente trabalho na Fazenda Lourdes no município de Campo Maior-PI, recoberto pela vegetação denominada de Complexo de Campo Maior. No levantamento fitossociológico, utilizou-se o método de quadrantes, instalando-se um total de 100 unidadesamostrais, alocadas a cada 10m em cada uma das duas áreas, Alto do Comandante (AC) e Baixão da Cobra (BC). Considerou-se indivíduos lenhosos incluído cipós, com diâmetro do caule ao níveldo solo (DNS) amp;#8805; 3cm. Foram coletados os indivíduos amostrados e amostráveis, bem como aqueles que estivessem em estádio reprodutivo, através de coletas preferenciais e assistemáticas. Foram amostradas 46 espécies em AC e 44 em BC, totalizando 68 espécies. Os valores de densidade e de área basal foram 2730,68 e 2799,50ind.ha-1 e 38,22 e 38,58m2 ha-1, respectivamente. As espécies com maior IVC em AC foram Casearia ulmifolia Vahl ex Vent., Aspidosperma pyrifolium Mart., Combretum leprosum Mart. e Bauhinia ungulata L. A primeira posição de C. ulmifolia foi emconseqüência dos três parâmetros relativos. Apenas as três espécies de maiores IVIs contribuíram com os maiores IVCs. Em BC, a espécie de maior IVI foi Aspidosperma subincanum Mart, também em conseqüência dos valores dos três parâmetros relativos. Destacou-se ainda, Combretum mellifluum Eichler, Bauhinia pulchella Benth. e Buchenavia capitata (Vahl.) Mart. As quatro espécies com maiores IVIs corresponderam as de maiores IVCs. O índice de diversidade de Shannon (H?) foi de 3,20 e 3,09nats/ind-1, para AC e BC, estes valores são considerados altos quando comparados aos encontrados em trabalhos de Caatinga, Carrasco e Cerrado do Nordeste. A partir da comparação das espécies listadas neste trabalho, com as de outros 18 levantamentos, constatou-se uma maior similaridade com o Cerrado, em segundo com o Carrasco e por fim com aCaatinga. O espectro biológico realizado para a área mostrou que 52,48% foram fanerófitas; 29,07% terófitas; 13,47% lianas; 2,12% geófitas e caméfitas e 0,70% parasitas vasculares
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Antônio Alberto Jorge Farias Castro

School:Universidade Federal de Pernambuco

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:florística complexo de campo maior piauí anatomia vegetal

ISBN:

Date of Publication:05/27/2003

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.