Details

Tráfico transatlântico e procedências africanas no Maranhão setecentista

by Meireles, Marinelma Costa

Abstract (Summary)
O novo mundo que emergiu na época moderna como resultado do processo de navegação que desbravou as rotas marítimas é, antes de tudo, fruto de experiências compartilhadas pelas sociedades que se relacionaram no Atlântico e para além dele. Atrelada a essas interações humanas e materiais, a capitania do Maranhão, ao norte do Brasil, vivenciou significativas mudanças com a implantação da Companhia Geral do Grão-Pará e Maranhão, na segunda metade do século XVIII. A esse empreendimento comercial coube o monopólio do comércio de escravos para a região. Em conseqüência, os milhares de escravos de procedências africanas, trazidos como mão-de-obra para os trabalhos do campo e da cidade, alteraram completamente a composição étnica da capitania.
This document abstract is also available in French.
Bibliographical Information:

Advisor:Selma Alves Pantoja; Nancy Alessio Magalhães; René Marc da Costa Silva; Teresa Cristina de Novaes Marques

School:Universidade de Brasília

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Maranhão Brasil Escravidão Maranhão

ISBN:

Date of Publication:10/17/2006

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.