Details

Participação dos hormônios tireoideanos no desenvolvimento de hiperreatividade induzida pelo desafio antigênico com ovalbumina em traquèias isoladas de ratos sensibilizados

by Bezerra, Fernanda Carvalho

Abstract (Summary)
Com o objetivo de verificar a influência dos hormônios tireoideanos no desenvolvimento de hiperreatividade traqueal, ratos machos (200 - 250 g) eutireóideos, hipotireóideos (propiltiouracil [PTU] - v.o. 0,05% p/v, durante 4 semanas) ou hipertireóideos (L- tiroxina [T4] - 0,5 mg/kg s.c., por 7 ou 9 dias) foram sensibilizados à ovalbumina (OVA) e, 14 dias depois, desafiados através da inalação de OVA (1 mg/ml, seguida de 5 mg/ml, 15 min cada). O sacrifício dos animais para a realização dos experimentos ocorreu 24 h após o desafio antigênico por anestesia com hidrato de cloral (400 mg/Kg). A traquéia isolada foi montada em cubas contendo 10 ml de Krebs-Henseleit modificado (37 oC, 5% de CO2 em O2). Foram obtidas curvas concentração-efeito (CCE) para cloreto de potássio (KCl), carbacol (CCh) ou serotonina (5-HT). Também foram realizadas CCE ao Ca2+ em preparações estimuladas por KCl, CCh ou 5-HT e mantidas em solução sem Ca2+. A reapresentação do antígeno promoveu significativo aumento (p lt; 0,05, two-way ANOVA) da resposta máxima (RM) das CCE ao KCl de 0,96 ± 0,10 gF para 1,53 ± 0,11 gF (n = 7), ao CCh de 1,98 ± 0,06 gF para 2,92 ± 0,07 gF (n = 7) e à 5-HT de 1,64 ± 0,14 gF para 2,41 ± 0,15 (n = 6) nos tecidos obtidos de animais sensibilizados ou desafiados, respectivamente. As traquéias também apresentaram aumento (p lt; 0,05, two-way ANOVA) da RM ao Ca2+ quando estimuladas com KCl de 0,54 ± 0,06 gF para 0,86 ± 0,07 gF (n = 6), com CCh de 1,20 ± 0,14 gF para 1,77 ± 0,14 gF (n = 6) ou com 5-HT de 0,59 ± 0,10 gF para 1,15 ± 0,05 gF (n = 6) nos tecidos obtidos de animais sensibilizados ou desafiados, respectivamente. O hipotireoidismo não alterou significativamente a RM induzida por KCl e CCh, enquanto que aquela induzida pela 5-HT foi reduzida de 1,64 ± 0,14 gF nos animais eutireóideos para 0,34 ± 0,07 gF nos animais hipotireóideos (p lt; 0,001, two-way ANOVA). Após desafio, a 5-HT produziu 0,56 ± 0,11 gF (n = 7) no tecido hipotireóideo (p lt; 0,001, two-way ANOVA). O hipotireoidismo aboliu o desenvolvimento de hiperreatividade para KCl e CCh. Ocorreu um aumento na CE50 nas CCE obtidas ao CCh de 0,49 x 10-6M para 4,65 x 10-6M (P lt; 0,05, two-way ANOVA ). O desafio reduziu a CE50 novamente para 1,53 x 10-6M (n = 6, plt;0,05, two-way ANOVA). As traquéias de animais hipotireóideos desafiados apresentaram diminuição da RM ao Ca2+ quando estimuladas com KCl, CCh e 5-HT. Ocorreu aumento na CE50 nas CCE ao Ca2+ em traquéias desafiadas e estimuladas com CCh de 5,77 x 10-4 M para 22,50 x 10-4 M (n = 6, plt;0,01 two-way ANOVA). O hipertireoidismo promoveu um significativo aumento na RM das CCE apenas ao KCl (0,96 ± 0,10 gF no controle versus 1,58 ± 0,15 no tecido hipertireóideo). Não houve desenvolvimento de hiperreatividade após o desafio antigênico (RM = 1,87 ± 0,14 gF). Ocorreu diminuição da CE50 ao CCh de 0,67 x 10-4 M no controle para 0,14 x 10-4 M após tratamento com T4. Os resultados mostram que há envolvimento dos hormônios tireoideanos no desenvolvimento de hiperreatividade em traquéia de rato, induzida após reapresentação do antígeno a animais previamente sensibilizados.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Marcus Raimundo Vale; Pedro Jorge Caldas Magalhães; Nilberto Robson Falcão do Nascimento; Francisco Ruy Capaz

School:Universidade Federal do Ceará

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Hormônios tireoideanos Hiper-reatividade brônquica Tireóideos Hiper-Reatividade Brônquica

ISBN:

Date of Publication:08/05/2005

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.