Details

Avaliação dos efeitos metabólico e oxidativo em cirurgia cardíaca pediátrica: influência da técnica anestésica

by Holanda Dumaresq, Danielle Maia

Abstract (Summary)
A cirurgia cardíaca pediátrica freqüentemente necessita de circulação extracorpórea (CEC) durante a intervenção cirúrgica. A combinação de estresse cirúrgico e CEC evoca uma resposta inflamatória sistêmica multifatorial, com ativação das cascatas humoral e celular. Somado à isto, a CEC proporciona períodos de isquemia-reperfusão, levando à condições favoráveis para formação de radicais livres e criando uma situação de desequilíbrio que é denominada de estresse oxidativo. As espécies reativas do oxigênio (ERO) formadas durante o período de isquemia-reperfusão, estão intensamente implicadas na patogênese da disfunção miocárdica transitória (stunning heart), da necrose miocárdica devido à peroxidação lipídica severa, da disfunção vascular, da morte celular programada (apoptose) e das disritmias pós-isquêmicas. A influência da técnica anestésica sobre a resposta metabólica e oxidativa foi avaliada em um estudo envolvendo 20 crianças portadoras de doenças cardíacas congênitas, distribuídas aleatoriamente em dois grupos: GP, o grupo em que foi utilizado anestesia venosa total com propofol e GS, grupo em que foi utilizado anestesia balanceada com sevoflurano. Foram determinadas as concentrações plasmáticas das Substâncias Reativas do Ácido Tiobarbitúrico (TBARS), glutationa, lactato e piruvato em três tempos: T0 após cateterização da artéria radial, T1, 30 minutos após o início da CEC e T2 ao término do procedimento. Para a avaliação dos marcadores estre os tempos em cada grupo, foi usado o teste de Friedman. A comparação das médias entre os dois grupos foi feita através do teste de Wilcoxon. Realizou-se também a correlação de Pearson, para avaliar os marcadores entre os grupos. Valores de p lt; 0,05 foram considerados significantes. As concentrações de TBARS, glutationa, lactato e piruvato não se alteraram significantemente nos tempos observados (pgt;0,05, teste de Friedman). Ao se comparar os valores médios dos marcadores entre os grupos, não se encontrou diferença significante (pgt;0,05, teste de Wilcoxon). O quociente obtido da relação lactato e piruvato (L/P) foi maior que 10 nos dois grupos, sem significância estatística quando comparado os dois grupos. Encontrou-se uma correlação de pearson moderada para o TBARS, durante T1(r=0,50; p=0,13) e T2(r=0,51;p=0,12). Durante a CEC (T1), encontrou-se uma correlação alta entre os grupos para o lactato (r=0,68; p=0,02), piruvato (r=o,75; p=0,01) e relação L/P (r=0,83; p=0,003). A comparação do uso de duas técnicas anestésicas com mecanismos de ação distintos permite confrontar propriedades protetoras já bem estabelecidas dos anestésicos venosos e inalatórios. As técnicas anestésicas investigadas neste estudo, apresentaram comportamentos semelhantes, não havendo aumento de substratos do estresse metabólico e oxidativo, durante a correção cirúrgica de cardiopatias congênitas em crianças acianóticas.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:José Mauro Mendes Gifoni; Josué Viana de Castro Neto; Paulo Roberto Leitao de Vasconcelos

School:Universidade Federal do Ceará

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Estresse Oxidativo Cardiopatias Congênitas Cirurgia Torácica - criança Procedimentos Cirúrgicos Cardíacos Pediatria

ISBN:

Date of Publication:12/20/2006

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.