Details

A prática do trabalho infantil entre os beneficiários do Programa Bolsa-Escola Belo Horizonte: Um estudo sobre os determinantes sócio-demográficos.

by Santos Diniz, Michelle dos

Abstract (Summary)
Introdução: Trabalho infantil prejudica a formação e a saúde de crianças e adolescentes. Segundo a OIT, em 2004, havia 218 milhões de crianças e adolescentes entre 5 e 17 anos trabalhando no mundo. No Brasil, 5,1 milhões trabalhavam em 2006. Observa-se tendência dequeda coincidente com a implantação de programas de transferência de renda. Objetivo: Estudar as características das famílias com e sem registro de trabalho infantil inscritas no Programa Bolsa-Escola de Belo Horizonte e comparar estes dois grupos para se detectar fatores possivelmente associados ao trabalho infantil. Materiais e Métodos: Estudo transversal com 9252 famílias participantes do Programa de2003 a 2006. A variável dependente é o registro de trabalho infantil e as variáveis independentes incluem características do domicílio, da mãe e da família. Foram realizadas as análises descritiva, univariada e multivariada com posterior cálculo do poder do teste e elaboração do modelo de probabilidade. Resultados: Dentre as famílias estudadas (n=9252), 1293 (13,9%) apresentaram algum registro de trabalho infantil. Observou-se relação positiva entre a ocorrência de trabalhoinfantil e o número de pessoas na casa (5 ou mais) e a renda familiar per capita. A presença de cônjuge na casa revelou-se fator de proteção. O fato da mãe possuir vínculo trabalhista mostrou-se associado ao trabalho infantil. Quanto menor a escolaridade da mãe maior a presença de trabalho infantil. A análise multivariada incluiu 8948 famílias e as variáveis: quantidade de pessoas e presença do cônjuge na casa, grau de instrução materna e situação materna no mercado de trabalho e confirmou os resultados da análise univariada. Conclusão: Apesar da consolidação do Programa estudado o trabalho infantil continua presente entre os bolsistas. Podem-se citar como prováveis fatores associados à ocorrência do trabalho infantil a ausência do cônjuge em casa, baixa escolaridade materna, mãe com inserção trabalhista e cinco ou mais pessoas na casa.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Ada Avila Assuncao; Waleska Teixeira Caiaffa; Luiz Augusto Facchini; Eduardo Araujo de Oliveira

School:Universidade Federal de Minas Gerais

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Dissertação da Faculdade de Medicina. UFMG Trabalho menores DeCS Programas governamentais

ISBN:

Date of Publication:08/21/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.