Details

Expressão do receptor para manose em células de Schwann e Schwannoma ST88-14.

by da Cruz, Wagner Baetas

Abstract (Summary)
O receptor para manose receptor (RM) é uma glicoproteína transmembrana que é expressa em vários tipos celulares, mas, pouca ou nenhuma informação sobre RM existe em células de Schwann (CS). Mostramos que CS de rato em culturasprimárias de células dissociadas ou em explantes de nervo bem como, numa linhagem de Schwannoma humano (ST88-14) liga uma neoglicoproteína manosil/albumina de soro bovino - isotiocianato de fluoresceína (man/BSA-FITC) deuma maneira altamente específica. Após incubação com man/BSA-FITC, a análise por citometria de fluxo demonstra 62% de células ST88-14 e 90% de CS positivas, uma ligação dose-dependente de ligantes marcads e inibição quase total pelacompetição com 250 mM D-manose ou com a proteína (altamente manosilada) peroxidase de raiz forte (HRP) ~ 1.1 amp;#956;M. O tratamento de CS cultivadas com dexametasona (0.1 amp;#956;g/ml) ou interferon amp;#61543; (IFN-amp;#61472;amp;#61543; ? 100 U/ml) seguido pela marcação com man/BSA-FITC e análise por citometria de fluxo mostra um acréscimo e um decréscimo, respectivamente, da captação do ligante. Explantes de nervo ciáticocultivados na presence de IFN-amp;#61472;amp;#61543; mostram colocalização de man/BSA-FITC e imunoreatividade para MHC classe II. A análise ultra-estrutural de células ST88-14 após incubação a 4ºC por 40min com HRP-Au coloidal com ou sem subseqüenteelevação da temperatura para 37ºC mostra uma localização inicial na superfície, seguida da internalização do traçador temperatura e tempo-dependente. Células ST88-14 e CS dissociadas bem como nervos recentemente ?esgarçados? mostram reatividade a um anticorpo policlonal contra o domínio C-terminal do RM de macrófagos murinos (anti-cMR). No caso de nervos ?esgarçados?, a imunorreatividade é particularmente abundante em regiões topograficamente homólogas às alças para-nodais. Além disso, a imuno-histoquímica ultra-estruturalde nervo ciático incluído em Lowicryl mostra reatividade ao anti-cMR, com máxima deposição do anticorpo secundário-Au em pericários de CS mielinizantes ou nãomielinizantes.Proteínas de extratos de CS e ST88-14, separadas por SDS-PAGE, e analisadas pela ligação às lectinas endógenas mostram que ambos os tipos celulares compartilham uma proteína ligadora de HRP de ~180 kDa com macrófagosperitoneais. Uma única banda de 180 kDa foi também obtida em ?immunoblots? com anti-cMR. Nossos resultados sugerem que células de um Schwannoma e CS expressam uma proteína MR-semelhante em um estado potencialmente funcional eque ambos os tipos podem ser modelos úteis em estudos do papel deste receptor em diferentes estados infecciosos/inflamatórios ou na homeostase do sistemanervoso periférico.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Leny Alves Cavalcante; Suzana Corte Real Faria

School:Faculdades Oswaldo Cruz

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Células de Schwann BIOLOGIA MOLECULAR

ISBN:

Date of Publication:09/26/2006

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.