Details

Avaliação do potencial genotóxico e mutagênico do ácido caurenóico, um diterpeno isolado da planta Copaifera langsdorffi Desf. (LEGUMINOSAE)

by Cavalcanti, Bruno Coêlho

Abstract (Summary)
O ácido caurenóico (AC) é um diterpeno presente no óleo resinoso de espécies de Copaifera. Assim como o óleo resinoso, o AC também apresenta uma ampla variabilidade de aplicações medicinais. O presente trabalho teve como objetivo avaliar o potencial genotóxico e mutagênico do AC isolado da planta Copaifera langsdorffii em linfócitos, células leucêmicas HL60 e em células da medula óssea de camundongos. O AC não mostrou seletividade entre linfócitos e HL60 tendo induzido apotose e danos ao DNA na mesma intensidade, avaliados pela coloração diferencial por brometo de etídio/acridina laranja e pelo teste do cometa, respectivamente. De acordo com o teste do cometa, mais de 80% dos danos induzidos ao DNA de linfócitos foi reparada 48 horas após o tratamento. Linfócitos tratados com AC apresentaram aumento, siginificativo, na freqüência de micronúcleos e maior sensibilidade (citotoxicidade e aberrações cromossômicas) nas fases G1 e G1/S do ciclo celular, sem induzir aumento no número de células poliplóides. Camundongos foram tratados com AC nas doses de 25, 50 e 100mg/kg e após 24 e 48 horas sacrificados, sendo, posteriormente, extraída a medula óssea, e o material submetido às observações de perdas cromossômicas (micronúcleos) em eritrócitos policromáticos. Uma maior incidência de micronúcleos ocorreu no grupo de animais sacrificados 24 horas após o tratamento. A avaliação da razão entre eritrócitos policromáticos e normocromáticos, foi menor para os animais sacrificados 48 horas após o tratamento, indicando toxicidade em células da medula. Nos ensaios de mutagênese com a levedura Saccharomyces cerevisea, o efeito citotóxico e mutagênico do AC foi mais acentuado durante o crescimento exponencial da levedura, no qual o DNA está mais acessível ao composto. O AC induziu mutações lócus específicas e de deslocamento do quadro de leitura. Mutações do tipo deslocamento do quadro de leitura tendem a serem induzidas por agentes intercalantes de DNA e têm sido correlacionadas com as quebras de fitas de cadeia de DNA induzidas pela inibição da ação de topoisomerase. No teste de relaxamento do DNA, o AC inibiu a ação da topoisomerase I. A inibição da ação da topoisomerase I parece estar relacionada à intercalação do AC no DNA. Assim, as quebras de fitas no DNA e indução de micronúcleos e mutações de deslocamento do quadro de leitura, podem estar relacionadas à ação intercalante do ácido caurenóico. A ausência de células poliplóides sugere que o ácido caurenóico não interfere no aparelho mitótico da célula. Em conclusão, o ácido caurenóico apresenta potencial genotóxico e mutagênico nos modelos estudados.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Vietla Satyanarayana Rao; Rommel Mario Rodriguez Burbano; Cláudia do Ó Pessoa

School:Universidade Federal do Ceará

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Testes de Mutagenicidade

ISBN:

Date of Publication:12/14/2006

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.