Details

Adaptação do metodo de suspensão para determinação da atividade bactericida de desinfetantes a base de cloreto de benzalconio em concentrações acima de 200 mg/L

by Okazaki, Margarete Midori

Abstract (Summary)
Desinfetantes com ação bactericida podem ser avaliados através de vários métodos. No Brasil, são considerados como oficiais para a determinação da eficácia bactericida desses produtos, o método de diluição de uso e o método de suspensão da Association of Official Analytical Chemists (AOAC). Embora o método de suspensão (AOAC 960.09) apresente algumas vantagens sobre o método de diluição de uso (Use Dilution Method AOAC 955.14 e 955.15), quanto ao custo e simplicidade, sua aplicação ainda é limitada a testes com compostos de amônio quaternário em concentrações de até 200 mg/L. No Brasil, as concentrações recomendadas pelos fabricantes de desinfetantes a base de compostos de amônio quaternário variam de 200 a 10.000 mg/L, o que inviabiliza a utilização do método de suspensão para a avaliação da eficácia bactericida desses produtos. Para tanto, é necessária uma padronização para concentrações acima de 200 mg/L, permitindo sua adoção pelos laboratórios de controle de qualidade de desinfetantes, no monitoramento da qualidade dos produtos colocados no mercado ou durante o processo de fabricação. Os objetivos deste trabalho foram a) adequar o método de suspensão da AOAC para análise da eficácia bactericida de desinfetantes a base de cloreto de benzalcônio, em concentrações acima de 200 mg/L e b) realizar uma avaliação comparativa entre o método de suspensão modificado e o método de diluição de uso da AOAC, na suspensão foi modificado pela substituição da etapa de neutralização química pela introdução de uma etapa de neutralização física, ou seja, filtração com membrana (0.45 mm) seguida de lavagem das células com tampão fosfato. Os resultados dos testes confirmaram a eficiência do procedimento de filtração e lavagem das células, não sendo detectado resíduo de desinfetante nas membranas ou efeito bactericida da membrana sobre os microrganismos, validando assim a adaptação proposta neste trabalho. A comparação entre o método de suspensão modificado e o método de diluição de uso mostrou que, de 108 testes realizados emconcentrações ³200 mg/L, os dois métodos concordaram em 77,8% dos casos, ambos aprovando ou reprovando o desinfetante, na condição testada. Esse resultado pode ser considerado bom, uma vez que o método modificado apresentou taxa de discordância de apenas 17,3% entre as repetições, valor este bem menor que no método de diluição de uso, com taxa de discordância de 43,1%
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Arnaldo Yoshiteru Kuaye; Arnaldo Yoshiteru Kuaye [Orientador]; Valeria Christina Amstalden Junqueira; Ernani Porto

School:Universidade Estadual de Campinas

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Desinfecção e desinfetantes

ISBN:

Date of Publication:02/21/2003

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.