Details

Papéis do hospedeiro e do parasito na patogênese das leishmanioses

by Tarso Gonçalves, Paulo de

Abstract (Summary)
O polimorfismo na apresentação clínica da leishmaniose provavelmente depende tanto da espécie do parasito quanto da resposta imune do hospedeiro. Na área endêmica de Corte de Pedra (Bahia) L. (L.)amazonensis e L. (V.) braziliensisestão associadas com três formas clínicas de leishmanioses: cutânea localizada (LCL), cutânea disseminada (LD) e mucosa (LM). O primeiro artigo objetivo avaliar a resposta imune de pacientes com LCL e LD a extratos antigênicos de L.(V.) braziliensis, oriundos de parasitos que causam essas infecções. Células mononucleares do sangue periférico (CMSP) de pacientes com LCL, independentemente do extrato antigênico utilizado, produzem mais IFN-? do que os pacientes com LD. As produções de IL-5 e IL-10 não diferiramsignificativamente nessas infecções. Comparando o efeito dos dois extratos antigênicos na produção de citocinas por paciente, em cada grupo de doença, demonstra-se que o extrato antigênico de leishmaniose cutânea disseminadainduz maior produção de IFN-? e TNF-? em ambos os grupos. No segundo artigo avaliamos a susceptibilidade e resistência de promastigotas de L. (V.) braziliensis e L. (L.) amazonensis ao óxido nítrico. Dezessete dos isolados analisados foramsensíveis ao óxido nítrico, sucumbindo a concentrações de 8 mM de NaNO2 (doador de óxido nítrico), enquanto nove mantiveram-se viáveis a 16 mM de NaNO2. Dos isolados resistentes, 78% são L. (L.) amazonensis e apenas 18% L.(V.) braziliensis. Em macrófagos infectados com promastigotas de L. (L.) amazonensis e L. (V.) braziliensis, resistentes a óxido nítrico, houve maior carga parasitária após 96 horas de infecção in vitro do que as formas sensíveis ao óxidonítrico de ambas as espécies. No terceiro artigo foram revistos aspectos importantes das respostas imunológicas nas leishmanioses visceral e tegumentar americana. As ausenca da leishmanioses visceral e cutânea difusa são caracterizadas por ausência da imunidade celular, confirmado pelo resultado negativo para a intradermorreação de Montenegro dos pacientes. Essa imunossupressão é específica para antígenos de Leishmania e caracterizada pela baixa respostalinfoproliferativa, pelos níveis diminuídos de IFN-? e elevados de IL-10 em sobrenadantes de culturas de CMSP desses pacientes. A adição de anticorpo monoclonal anti-IL-10 a essas culturas restaura a produção de IFN-?. A imunidadecelular está preservada nas LCL e LM. Os pacientes apresentam resultados positivos para a intradermorreação de Montenegro e avaliações in vitro mostram uma intensa proliferação linfocitária. Em sobrenadantes de culturas de CMSP observam-se elevadas produções de IFN-? e TNF-? e baixa de IL-10. A adição de IL-10 a culturas de CMSP de pacientes com leishmaniose mucosa suprime em 19% a produção de IFN-?. Embora o controle e cura da leishmaniose sejam dependentes da resposta imune do tipo 1, essa resposta exagerada e não modulada, produz lesão tecidual.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Maria Olívia Amado Ramos Bacellar; Sergio Coutinho Furtado de Mendonca; Fernando Tobias Silveira; Aldina Maria Prado Barral; Alda Maria Da Cruz; Edgar Marcelino de Carvalho Filho

School:Universidade Federal da Bahia

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:cutaneous disseminated leishmaniasis american tegumentary resistência a óxido nítrico leishmaniose cutânea localizada disseminada Leishmaniose tegumentar americana IMUNOLOGIA

ISBN:

Date of Publication:02/13/2006

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.