Details

Influência do gradiente urbano sobre a avifauna na cidade de Uberlândia, Minas Gerais, Brasil

by dos Santos, Khelma Torga

Abstract (Summary)
A existência de um gradiente urbano pode influenciar na distribuição da avifauna local. Os objetivos deste trabalho foram: 1. estabelecer a distribuição espacial e temporal da avifauna numa seção da área urbana de Uberlândia; 2. estimar a riqueza e a freqüência de contatos das espécies encontradas na área de estudo; 3. determinar a existência de um gradiente urbano ao longo da área e 4. avaliar a influência de parâmetros ambientais sobre a distribuição da avifauna nesse gradiente. Foram estabelecidos nove transectos ao longo de três avenidas da cidade, dispostas paralelamente, que se prolongam desde a periferia até o centro. As esquinas foram consideradas como pontos de observação. A avifauna foi pesquisada entre outubro de 2003 e agosto de 2004. As observações foram realizadas cerca de 30 minutos após o alvorecer, em sessões de oito minutos por ponto. Os registros das espécies foram visuais e/ou sonoros. O número de contatos foi estabelecido por meio do método de contagem por pontos. As espécies Columba livia, Notiochelidon cyanoleuca e Passer domesticus não foram contadas. As espécies registradas foram classificadas quanto à freqüência de ocorrência. Os transectos foram amostrados em nove dias de campo por mês, divididos em campanhas de três dias consecutivos, perfazendo um total de 432 pontos (57,6 horas). Para a caracterização do gradiente urbano foi considerada a quantidade de casas, prédios, arborização urbana, postes e terrenos baldios presente nos pontos de observação, assim como a distância de cada ponto até o centro da cidade. Foram registradas 56 espécies de aves (10 ordens, 21 famílias e 47 gêneros). A estação chuvosa apresentou maior riqueza (51 espécies) e maior número de espécies exclusivas (n = 5). As espécies residentes (n = 31) representaram mais de 55% da avifauna total. Foram registrados 3.746 contatos. As estações diferiram estatisticamente quanto ao número de contatos: 1.516 na estação chuvosa e 2.230 contatos na estação seca. Quatorze espécies de aves foram classificadas como comuns (registradas em todos os meses), representando 88,3% do total de registros (n = 3.311). Os pontos iniciais dos transectos apresentaram maior número de árvores e de terrenos baldios. A riqueza mostrou relação significativa com a distância dos pontos até o centro. Entre as variáveis ambientais quantificadas, aquelas que demonstraram a existência do gradiente urbano foram: arborização urbana, terrenos baldios e todas as categorias de prédios; enquanto que prédios entre um e cinco andares, terrenos baldios e postes tiveram maior peso sobre a distribuição da avifauna.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Heraldo Luís de Vasconcelos; Oswaldo Marçal Junior; Miguel Ângelo Marini

School:Universidade Federal de Uberlândia

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Aves Ecologia urbana Urbanização Ecossistema urbano

ISBN:

Date of Publication:02/24/2005

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.