Details

Influência do padrão de evaporação do silano sobre a resistência de união entre uma cerâmica à base de dissilicato de lítio e um cimento resinoso quimicamente ativado: avaliação in vitro através de um ensaio mecânico de microtração

by de Barros, Carolina Nemesio

Abstract (Summary)
A longevidade e durabilidade das restaurações cerâmicas cimentadas adesivamente dependem da qualidade e da estabilidade da união entre a superfície interna da cerâmica e o cimento resinoso. Os valores de resistência de união por microtração têm sido utilizados como preditivos do sucesso clínico destes trabalhos. Com o objetivo de avaliar a influência do tratamento térmico do silano sobre a resistência adesiva entre uma cerâmica e um cimento resinoso quimicamente ativado (C&B�), dezoito blocos de IPS Empress®2 foram confeccionados, planificados com lixas (granas 240 e 320) e cimentados a dezoito blocos de resina composta (InTen-S®) utilizando-se um sistema adesivo químico (Lok®). Definiram-se 6 grupos de 3 blocos, conforme o tipo de tratamento da superfície da cerâmica: G1) sem tratamento; G2) HF (�cido Fluorídrico 10%) + S (silano Monobond-S® com microbrush, seco a temperatura ambiente 3min); G3) S + enxágüe em água corrente + temperatura ambiente (3min); G4) S + enxágüe com água em ebulição 5s + temperatura ambiente (3min); G5) S + enxágüe com água em ebulição 5s + secagem a 50ºC (3min); G6) silano seco a 50ºC (3min) + enxágüe com água em ebulição 5s + temperatura ambiente (3min). Os corpos-de-prova em forma de palito (CP) foram obtidos por corte dos blocos de cerâmica/resina 7 dias após a cimentação e submetidos à microtração (0,5mm/min) após 30 dias de armazenamento em água. Desenvolveu-se um dispositivo para a fixação dos CP pelas extremidades ao invés de pelas laterais. Todos os CP do G1 desuniram durante o corte. Os valores médios de tensão de ruptura em MPa (com desvio padrão) foram estatisticamente superiores para G2 (14,77±8,31) comparados aos de G4 (8,45±4,51) e G5 (9,46±5,26), estatisticamente semelhantes entre si e superiores a G3 (6,60±3,50) e G6 (5,94±4,27), estatisticamente semelhantes entre si. A fractografia por microscopia óptica (50x) demonstrou que todas as fraturas ocorreram dentro da zona de adesão e foram adesivas em 100% das amostras de G3 e G6. Observaram-se falhas coesivas em 24% das amostras em G4, 30% em G2 e em 40% das amostras de G5. Observou-se correlação entre a ocorrência de fraturas coesivas e maiores valores de resistência de união. Concluiu-se que a aplicação do Silano influenciou positivamente a resistência de união, em comparação com o controle negativo, mas sua efetividade foi maior quando sobreposto ao condicionamento com HF (G2).
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Joao Mauricio L de Figueiredo Mota; Vicente Tadeu Lopes Buono; Luiz Thadeu de Abreu Poletto; Ronaldo Antonio Neves M Barbosa

School:Universidade Federal de Minas Gerais

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Cimentos odontológicos Teses. Dentes Restaurações Adesivos dentarios de resina DeCS

ISBN:

Date of Publication:03/30/2006

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.