Details

Influência do alargamento cervical na determinação do instrumento apical inicial utilizado para instrumentação dos canais radiculares de primeiros molares superiores: análise por microscopia eletrônica de varredura

by Cecchin, Doglas

Abstract (Summary)
O objetivo deste estudo foi avaliar ex vivo a influência do alargamento cervical na determinação do instrumento apical inicial (IAI), no comprimento de trabalho (CT), dos canais radiculares de primeiros molares superiores, e determinar a forma do canal a 1 mm do ápice. Cinqüenta dentes foram divididos aleatoriamente em 5 grupos (n=10) de acordo com o preparo dos terços cervical e médio do canal: GI- sem alargamento; GII- brocas Gates- Glidden (#2, #3) (GG); GIII- AET (S1, SC, S2 e S3); GIV- GT Rotary File (20/06, 20/08, 20/10 e 20/10) (GT); GV- LA Axxess (20.06, 35.06) (LA). Os canais foram explorados com lima tipo K inserindo-se passivamente a lima 08 no CT, e limas de diâmetros sucessivamente maiores até obter a sensação de travamento. Foram feitas secções transversais no CT, analisadas em MEV e a área do IAI e a área do canal radicular foram medidas para verificar a porcentagem que o IAI ocupou no interior do canal em cada amostra. A forma do canal radicular foi classificada em circular, oval e achatada. A análise de variância indicou diferença estatisticamente significante entre a área ocupada pelo IAI entre os grupos experimentais (p<0,0001). Os resultados mostraram que, para o canal mésio-vestibular, os valores decrescentes em porcentagem que o IAI ocupou no interior do canal foram: LA Axxess (66,70 ± 7,10) > GT (44,16 ± 9,35) = AET (44,10 ± 8,88) > GG (33,17 ± 6,68) = sem alargamento (23,85 ± 6,86); para o canal disto-vestibular: LA Axxess (75,12 ± 8,56) > GT (58,68 ± 7,70) = AET (54,66 ± 7,12) > GG (39,76 ± 7,52) > sem preparo (26,90 ± 6,10); e para o canal palatino: LA Axxess (66,55 ± 11,40) > AET (51,98 ± 10,67) = GT (49,50 ± 10,05) > GG (35,70 ± 7,62) > sem preparo (21,43 ± 2,79). A forma do canal foi predominantemente achatada para o canal mésio-vestibular, circular para o canal distovestibular e oval para o canal palatino. Pode-se concluir que o preparo dos terços cervical e médio do canal radicular permite melhor determinação do IAI, e que o preparo cervical com brocas LA Axxess apresentou a melhor adaptação do IAI no CT.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Ricardo Gariba Silva; Melissa Andreia Marchesan; Luiz Pascoal Vansan; Ricardo Gariba Silva

School:Universidade de São Paulo

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords: diâmetro anatômico endodontia instrumento apical inicial preparo cervical tipos de instrumentos

ISBN:

Date of Publication:02/02/2009

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.