Details

Configuração identitária do agente comunitário de saúde de áreas rurais

by Lara, Maristela Oliveira

Abstract (Summary)
O presente estudo teve como objetivo compreender a identidade social do Agente Comunitário de Saúde inserido em equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF) e Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS) em áreas rurais, tendo em vista as implicações de fatores culturais na prática desse ator com a comunidade. O estudo foi realizado em uma equipe de ESF e duas de PACS do município de Diamantina, MG. Os sujeitos da pesquisa foram constituídos de 15 agentes comunitários de saúde, três enfermeiras, uma médica, três auxiliares de enfermagem e 11 usuários com mais de 18 anos, residentes na área dessas equipes. O estudo foi aprovado no Comitê de �tica em Pesquisa da UFMG e a coleta de dados adotada foi a entrevista individual em profundidade, com roteiro semiestruturado, aplicada pela pesquisadora mediante assinatura do entrevistado do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. A análise dos dados e resultados foi realizada com a técnica da Análise de Conteúdo Temático. Essa análise revelou que há uma forte ligação dos valores e cultura do agente com a comunidade onde reside e trabalha. Somados a essa realidade, estão os conhecimentos biomédicos adquiridos na prática cotidiana, suas trajetórias de vida e a atuação em uma função ainda pouco conhecida e valorizada. No que diz respeito ao cotidiano de trabalho do ACS, percebemos a prática de ações educativas direcionadas para os cuidados preventivos e para aqueles de promoção da saúde; o principal foco é a família e o instrumento, a visita domiciliar. As práticas de trabalho do agente que foram categorizadas no plano pessoal e profissional, repercutem em implicações na sua vida. No geral, a imagem de um agente para outro é tida como positiva, o que lhe possibilita despontar como um ator importante e indispensável no modelo de atenção básica à saúde atual. O fato de o agente trabalhar na sua comunidade de residência é considerado por uma maioria como uma proximidade favorecedora para o relacionamento e levantamento de problemas locais. O relacionamento com o agente é considerado bom tanto com os profissionais quanto com os usuários.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Maria Jose Menezes Brito; Angelo Brigato Ã?sther; Paula Cambraia de Mendonca Vianna

School:Universidade Federal de Minas Gerais

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Auxiliares de Saúde Comunitária DeCS Pesquisa Qualitativa Enfermagem da Família Educação em Teses

ISBN:

Date of Publication:12/19/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.