Details

Participação do óxido nítrico (NO) na modulação central da hiperalgesia na artrite induzida por zymozan (AZy) em ratos.

by Carneiro Girão, Virgínia Cláudia

Abstract (Summary)
Nesse trabalho, investigamos a participação do sistema nervoso central (SNC) na modulação da dor inflamatória periférica na artrite induzida por zymosan (AZy) em ratos. Coletou-se o líquor (LCR) e lavado articular dos animais em diferentes tempos de artrite (1, 3, 6, 12 e 24 horas) para a determinação dos níveis de nitrito. Em seguida, diferentes grupos de ratos (n=6) machos, Wistar, pesando entre 250 300g, foram submetidos ao procedimento cirúrgico para colocação de uma cânula no espaço subaracnóideo, para permitir a administração intratecal (i.t) de substâncias. Os animais foram também submetidos à artrite induzida por zymosan (AZy) seguida da realização do teste de suspensão da pata (TSP) para permitir a avaliação da incapacitação articular (IA), refletindo a hiperalgesia no modelo. A modulação farmacológica foi realizada através da administração i.t, de forma profilática ou terapêutica, de um doador de NO (SIN-1), de inibidores de NOS (L-NAME, 1400W), de um inibidor da guanilato ciclase solúvel (ODQ), de um análogo do GMPc (8-Bromo-GMPc) e de um antagonista dos receptores NMDA (MK-801). Em um grupo, o ODQ foi também administrado por via i.a. Os resultados foram expressos em média ± e.p.m., seguida de ANOVA e Teste de Tukey, comparando-se aos grupos que receberam o veículo. Os níveis de nitrito no LCR foram menores à 1 e 3 h após a injeção do zymosan, em relação aos valores basais (Plt;0,05). O procedimento cirúrgico não alterou a hiperalgesia. SIN-1 i.t (10mcg) reduziu a IA, mas 40 mcg de SIN-1 aumentaram a IA (Plt;0,05). L-NAME ou 1400W, de forma profilática ou terapêutica, reduziram a IA (Plt;0,05). ODQ i.t, profilático, mas não terapêutico, reduziu a IA da AZy e também reverteu a IA promovida por 40mcg de SIN-1. Ainda, ODQ, intra-articular, reverteu a IA promovida por 40mcg de SIN-1, i.t., MK-801 i.t inibiu a IA tanto da AZy quanto de 40mcg de SIN-1. Os resultados sugerem um papel antinociceptivo endógeno central do NO na hiperalgesia articular aguda da AZy. O NO, a depender da dose e do local de ação, pode ter efeito pró ou anti-nociceptivo, por ativação de GMPc e excitação de receptores NMDA. De forma inédita, demonstramos a existência de uma via de ativação periférico-central modulando a hiperalgesia articular na fase aguda da AZy.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Geanne Matos de Andrade Cunha; Carlos Maurício de Castro Costa; Francisco Airton Castro da Rocha; Diana Célia Sousa Nunes-Pinheiro; Maria José Pereira Vilar

School:Universidade Federal do Ceará

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Artrite Dor Reumatóide Medição da

ISBN:

Date of Publication:03/15/2006

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.