Details

Degradação do Herbicida Atrazina via Processos Avançados de Oxidação

by Gonçalves de, José Tibério

Abstract (Summary)
O ambiente aquático tem sido poluído amplamente por herbicidas, particularmente, pela a atrazina,um herbicida do grupo das triazinas, que tem sido utilizado no cultivo da cana-de-açúcar no estadode Pernambuco (Brasil). A atrazina é um "poluente prioritário" uma vez que é carcinogênico. Éresistente ao tratamento biológico e apresenta tempo de meia-vida de 12 meses em meio aquoso. A"Environmental Pollution Agency" (EPA) admite 3 amp;#956;g/l como concentração-limite em água. Nestetrabalho, os Processos Avançados de Oxidação Ozônio-UV e H2O2-UV foram utilizados paradegradar a atrazina em solução aquosa. Devido a sinergia encontrada entre as possíveis rotas deoxidação sofridas pela molécula da atrazina, os processos de fotólise e de ozonização diretas desteherbicida, foram desenvolvidos também. Foram estudados aspectos cinéticos da reação e a eficiênciade transferência de ozônio para água (processo de ozonização direta) e para solução aquosa deatrazina (Processos de ozonização direta e Ozônio-UV). Utilizou-se um sistema reacionalhomogêneo, i.e., absorvedor (coluna de borbulhamento co-corrente descendente com fluxotangencial) acoplada em série com fotorreator de geometria anular. Modelos para as distribuições deenergia radiante no fotorreator e concentração de atrazina e oxidantes, foram desenvolvidosutilizando os princípios básicos dos fenômenos dos transportes. O modelo de emissão LSSE("Linear Spherical Source Emission") foi utilizado. Os modelos para as taxas da reação degradaçãoda atrazina nos processos Ozonização direta, Ozônio-UV e H2O2-UV foram obtidos segundoabordagem mecanicista. Todavia, para a fotólise direta, utlizou-se um modelo fenomenológico usualpara uma reação fotoquímica. Os modelos apresentaram boa representação dos dados para a faixa deconcentração inicial de atrazina testada.. A taxa de reação para os processos Ozônio-UV e H2O2-UV,resultou em ser uma função da energia absorvida pela atrazina e daquela absorvida pelos oxidantes,assim como da concentração de atrazina, de ozônio e de H2O2. Para o processo de fotólise direta,porém, a resultou ser uma função direta dos rendimento quântico, energia absorvida pela atrazina econcentração da atrazina. No processo de ozonização direta, esta taxa foi função da concentraçãodos ozônio e produtos. A Rotina de otimização Levenberg-Marquardt foi utilizada para ajustar osmodelos desenvolvidos aos dados experimentais. . O processo ozônio-UV mostrou-se ser o maiseficiente que o H2O2-UV para degradar o herbicida atrazina.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Sandra Maria Sarmento

School:Universidade Federal de Pernambuco

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Radiação Ultravioleta Peróxido de Hidrogênio Ozônio Modelagem Coluna Borbulhamento co-corrente Fluxo Descendente ENGENHARIA QUIMICA

ISBN:

Date of Publication:03/27/2004

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.