Details

A construção de um sistema agroecológico para a bovinocultura: o PRV e a Fazenda Quero-Quero

by Erpen, Julio Graeff

Abstract (Summary)
A pecuária bovina de corte, apesar de ser um importante seguimento da economia do Brasil, tem um baixo rendimento. Isto ocorre como conseqüência da redução na produtividade, que por sua vez, é resultado do manejo errôneo do sistema SOLO-PLANTA-ANIMAL. O reflexo primário de tal prática se faz sentir na degradação das pastagens com sérias conseqüências ambientais. Todavia, é possível, utilizar-se de tecnologias já disponíveis, para reduzir a degradação das pastagens e melhorar os resultados econômicos. Dentre elas o Pastoreio Racional Voisin (PRV). Neste aspecto, é muito importante compreender o processo de tomada de decisão do produtor rural e as características de suas redes de informações. E, os proprietários rurais, administradores do agroecossistemas,estão cada vez mais dependentes de conhecimento, informação e tecnologia para tomar decisão. O objetivo deste estudo foi examinar, quantitativamente, a relação entre as propriedades do solo, cobertura vegetal, e produção animal por hectare para os sistemas de manejo convencional (MC) e o PRV. Os parâmetros biológicos (C e N da biomassa microbiana), químicos (pH, P e K) e físicos (densidade aparente e resistência à penetração) foram determinados pela literatura. O trabalho se realizou em propriedades particulares em Deodápolis-MS, fazendas Quero-Quero, Santa Ana e 30 outras. A primeira, pioneira no Centro-Oeste, usa o PRV desde 1975. Os tratamentos foram PRV com Panicum e Leucena leucocephala (PRV+PL), com Brachiaria bryzantha e L. leucocephala (PRV+BL), com B. bryzantha, com B. humidicola (PRV+H), os piquetes tinham em média de três hectares. O manejo convencional (Santa Ana) era formado por B.bryzantha e, como testemunha foi utilizada a reserva (RES), mantidas a vegetação e solos originais. O desenho experimental foi inteiramente casualizado, com três repetições. Além disso, foram realizadas entrevistas com o proprietário da fazenda Quero-Quero, proprietários que adotaram o PRV mais recentemente e do manejo convencional. Neste caso, o objetivo foi determinar os aspectos de tomada de decisão, rede de informações, aspectos administrativos e produtivos das fazendas. Os produtores responderam questões para a caracterizar como estão as produções e os manejos de seus sistemas. Pela análise multivariada seformaram quatro agrupamentos. As análises estatísticas independentes foram significativas (p>0,10) para o tratamento PRV+PL, em todas as variáveis. Para PRV + BL não houve diferença significativa para as variáveis fósforo e potássio, para as demais variáveis houve diferença significativa (p>0,10). A produção em kg/ha/ano de peso vivo foi 133,5 e 313,1, no manejo convencional e PRV, respectivamente. Os aspectos qualitativos analisados pelo teste da razão de verossimilhança foram significativos (p>0,10) entre os grupos de produtores para o grau de importância, nos seguintes itens: reconhecimento social, importância daopinião de pessoas para a tomada de decisão e nos investimentos. A aplicação do PRV aliada ao uso da Leucena influiu positivamente nas variáveis estudadas. O PRV da Fazenda Quero-Quero e os demais produtores do sistema se demonstraram mais eficientes e com potencialidade de construir uma bovinocultura sustentável.
Bibliographical Information:

Advisor:Luiz Carlos Pinheiro Machado; Ivo Martins Cezar; Darci Trebien; Clarilton Ribas; Mário Luiz Vincenzi

School:Universidade Federal de Santa Catarina

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:agroecossistemas pastoreio racional voisin bovino criação agronomia

ISBN:

Date of Publication:05/28/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.