Details

Caracterização de tripsinas em Lutzomyia longipalpis: principal vetor da leishmaniose visceral no Brasil.

by Telleria, Erich Loza

Abstract (Summary)
A Leishmaniose Visceral é um importante problema de saúde pública. No Novo Mundo é causada por Leishmania infantum chagasi e seu principal vetor no Brasil é Lutzomyia longipalpis. A atividade enzimática do tubo digestivo durante a digestão do inseto é um dos principais obstáculos que L. i. chagasi deve superar para estabelecer a infecção. Tripsinas são as principais proteases secretadas no intestino do inseto e sua transcriçãopode variar a longo do processo digestivo. Nós estamos interessados em estudar aspectos moleculares da alimentação sangüínea, para caracterizar moléculas específicas que possam ter uma participação significativa na interação parasita-vetor e que possam ser usadas no desenvolvimento de potenciais alvos para novas estratégias a serem usadas no controle daleishmaniose. Nós isolamos e sequenciamos completamente dois cDNAs (Lltryp1 e Lltryp2) a partir de uma bibliotecade expressão de tubo digestivo de L. longipalpis alimentada com sangue, e suas seqüências são semelhantes aoutras tripsinas de insetos. Iniciadores específicos foram desenhados para serem usados em RT-PCR semiquantitativopara estudar sua expressão diferencial. Nossos experimentos mostram que a transcrição de Lltryp1 tem um pico em aproximadamente 12 horas após a ingestão de sangue, e desaparece após 48 horas, parecendo ser uma tripsina induzida por sangue. Lltryp2 tem alta transcrição em fêmeas não alimentadas e em machos, semelhante a uma enzima constitutiva. Entretanto sua transcrição diminui após a alimentação. Uma alta transcrição deste mesmo gene é detectada em 96 horas, quando o processo digestivo está finalizado e não há mais conteúdo a ser digerido.Estamos estudando a imunolocalização de tripsinas no tubo digestivo do inseto, usando um anticorpo anti-tripsina produzido por nosso grupo. Nossos resultados preliminares indicam um reconhecimento do anticorpo distribuído pelo citoplasma. Este anticorpo também foi usado para determinar o aparecimento desta enzima ao longo do processo digestivo por Western blot. Por esta abordagem foi detectada a presença detripsina em fêmeas entre 6 e 48 horas após a ingestão de sangue e após este período não é mais possível detectála.Ensaios de atividade enzimática sugerem que possa haver menor atividade de tripsinas em tubo digestivo de L. longipalpis infectada por L. i. chagasi em 48 horas após a ingestão de sangue infectado, se comparada à atividade presente em insetos alimentados apenas com sangue.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Yara Maria Traub-Cseko

School:Faculdades Oswaldo Cruz

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords: Leishmaniose Visceral Insetos Reação em Cadeia da Polimerase BIOLOGIA MOLECULAR Brasil

ISBN:

Date of Publication:03/23/2007

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.