Details

Identificação de sorotipos de adenovírus em aspirados de nasofaringe de crianças, com doença respiratória aguda, atendidas em Uberlândia, MG

by Luiz, Lysa Nepomuceno

Abstract (Summary)
Introdução: Adenovírus (AdVs) constituem importante causa de doença respiratória aguda (DRA), gastroenterites, conjuntivites e infecções urinárias em humanos. Objetivos: Detecção de AdVs por imunofluorescência indireta (IFI) e por reação em cadeia pela polimerase (PCR) em aspirados de nasofaringe de crianças menores de 5 anos de idade, com DRA, atendidas em Uberlândia, MG, assim como, comparação de dois testes de PCR e identificação de sorotipos de AdVs circulantes na região. Material e Métodos: Um total de 468 espécimes clínicos obtidos de novembro de 2000 a abril de 2007 foi testado pela IFI para detecção de AdVs e outros vírus respiratórios. Em seguida, o DNA das 126 amostras in natura que obtiveram resultado negativo /inconclusivo pela IFI e que também foram negativas para rinovírus pela RT-PCR, foi extraído por Trizol® e testado pela PCRAraújo (Araújo et al., 2001) para os AdVs. Os espécimes positivos para AdVs foram inoculados em células HEp-2 e A549. Além disso, o DNA das amostras positivas, tanto in natura quanto do raspado de cultura de células, foi extraído utilizando-se o kit ?QIAmp DNA Mini Kit? (QIAGENTM Valencia, CA) e testado novamente pela PCRAraujo e pela PCRAllard (Allard et al., 2001), afim de comparar a sensibilidade/especificidade dos dois testes. Além disso, os sorotipos foram identificados a partir do seqüenciamento dos nucleotídeos de produtos de PCR positivos para AdVs. Resultados: Das 468 amostras, 33 (7,1%) foram positivas para AdVs, sendo 14 pela IFI e 19 pela PCRAraujo. De 32 espécimes inoculados em cultura de células, foi possível isolar os AdVs de 16. A comparação dos resultados obtidos a partir do DNA das 33 amostras in natura, extraídas por coluna, mostrou que a sensibilidade da PCRAraujo foi ligeiramente superior à da PCRAllard (92,9% and 90,0%, respectivamente). Entretanto, a primeira PCR apresentou uma especificidade consideravelmente menor que a segunda PCR (57,9% and 91,3% respectivamente). O sorotipo AdV2 foi detectado em quase 60,0% (7/12) dos identificados. Conclusões: Os AdVs foram detectados em 7,1% das amostras clínicas de crianças com DRA mediante a combinação de dois métodos, IFI e PCR. A análise da sensibilidade e da especificidade dos dois métodos de PCR empregados, mostrou que a PCRAllard, apresentou sensibilidade ligeiramente inferior à PCRAraujo e especificidade consideravelmente superior. O sorotipo AdV2 foi identificado em 7 das 12 amostras de AdVs seqüenciadas.Palavras-chave: adenovírus, sorotipos, doença respiratória aguda, crianças.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Júlio César Nepomuceno; Foued Salmen Espindola; Divina Aparecida Oliveira Queiróz; José Paulo Gagliardi Leite

School:Universidade Federal de Uberlândia

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Sorotipos Doença respiratória aguda Crianças infantil

ISBN:

Date of Publication:02/14/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.