Details

Manifestações de professores sobre a organização do trabalho educativo para atender os estudantes que terminam o ensino fundamental na vigência dos ciclos e da progressão continuada

by Chacoroski, Isabel Cristina

Abstract (Summary)
A problemática central desta pesquisa refere-se ao modo pelo qual os professores de 8ª série da rede estadual paulista com mais de 10 anos de experiência na sala de aula se manifestam sobre a organização, em sua atividade cotidiana, para atender o que se prevê para implantação dos ciclos e a progressão continuada. Meu estudo buscou analisar se houve alterações no processo educativo para alunos que completam a escolaridade fundamental na vigência dos ciclos, ou seja, aqueles que chegam à 8ª série ou final do ciclo II. As entrevistas semi-estruturadas foram realizadas com dois professores de escolas públicas estaduais da periferia da cidade de Osasco e com três professores também da rede pública estadual, de uma escola da zona norte da cidade de São Paulo. As respostas foram agrupadas em torno de alguns eixos indicadores dos pontos centrais representativos de eventuais alterações no processo educativo: progressão continuada ou promoção automática; rotina de trabalho em sala de aula; fracasso e sucesso escolar; avaliação; instrumentos de avaliação; rotina de trabalho em dia de avaliação; registros sobre o desempenho dos alunos; análise do desempenho dos alunos nas reuniões colegiadas; planejamento das atividades de reforço e recuperação; acompanhamento dos alunos em reforço e recuperação; desempenho dos alunos em recuperação. O estudo teve como referencial teórico autores como Gimeno Sacristán, Perez Gómez, Antonio Viñao Frago e Pierre Bourdieu. Com os resultados obtidos foi possível identificar as desigualdades de posições entre os sujeitos que propuseram as reformas e os que deveriam executá-la, distorções sobre o tema e no concernente aos ciclos, podemos afirmar que não houve mudanças substantivas no modo de se referir à ação docente. Os depoimentos dos professores evidenciam que a seriação mantém-se, há fragmentação do tempo desenvolvido do ensino, fundamentado no ano letivo e aulas curtas, numa organização fracionada e escalonada, onde o ensino é entendido sob a lógica da transmissão e a aprendizagem fica sujeita à existência de pré-requisitos que os alunos não trazem ou trazem pouco. Sobre progressão continuada identificamos que o termo é recorrente, porém na descrição que realizam sobre sua ação pedagógica, a avaliação do processo está objetivamente ligada à promoção automática. Não se verificam impactos marcantes que levem os professores a procurar mudanças favoráveis aos estudantes, mas sim a alterarem pontos em torno da manutenção do eixo estrutural de seletividade da cultura escolar brasileira
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Alda Junqueira Marin

School:Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Escola pública 8ª séries Reforma educacional Organização docente Progressão continuada Seletividade na cultura escolar brasileira EDUCACAO Ensino fundamental -- Sao Paulo (estado) Escolas publicas Organizacao e administracao do ensino

ISBN:

Date of Publication:02/23/2007

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.