Details

Otimização de metodologias de extração e análise de HPAs para determinação da distribuição ambiental e estimativa de fontes na cidade de Fortaleza

by Cavalcante, Rivelino Martins

Abstract (Summary)
Os hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPAs) são considerados poluentes orgânicos persistentes e apresentam propriedades mutagênica, carcinogênica e teratogênica, contudo existe uma grande carência em dados da distribuição de HPAs em centros urbanos e costeiros brasileiros. Assim o presente trabalho tem o intuito de gerar dados da situação de HPAs nos ecossistemas costeiros da cidade de Fortaleza. Os principais objetivos foram: validação da metodologia para a extração e análise de HPAs em água e sedimento; distribuição atmosférica de HPAs no período chuvoso; avaliação da poluição promovida por HPAs nos rios de Fortaleza e estimativa do tipo de fonte emissora de HPAs. O programa de temperatura elaborado para a separação e resolução dos picos foi eficiente para separar os HPAs em estudo, exceto acenafteno e acenaftileno. Para a determinação de HPAs em sedimento estuarino observou-se mais vantagens utilizando a técnica de ultra-som, hexano/acetona como solvente de extração, e clean-up com hexano/acetato de etila. A recuperação proveniente das matrizes aquosas ambientais fortificadas com HPAs variou de 63,7 a 93,1% para precipitação líquida atmosférica, de 38,3 a 95,1% para água superficial de rio e de 70,2 a 89,4% para água marinha. A distribuição espacial de HPAs mostrou que a pluma de maior concentração é mais intensa na zona com grande fluxo automobilístico e topografia favorável para a concentração de poluentes emitidos. A razão molecular de alguns HPAs na atmosfera, embora preliminar, mostrou emissão proveniente da exaustão de gasolina, diesel, madeira e carvão. Os somatórios da concentração de HPAs em sedimento(amp;#8721;HPAs) variaram de 3,04 a 2234.76 µg.kg-1 (rio Cocó) e de 3,34 a 1.859,21 µg.kg-1 (rio Ceará). Na maioria dos testemunhos de sedimentos coletados, os níveis do amp;#8721;HPAs diminuem em direção ao fundo dos testemunhos, confirmando que a poluição é maior nos dias atuais. Os dados mostram que a cidade de Fortaleza apresenta níveis de HPAs nos sedimentos dos seus principais rios, próximos aos de cidades com grau de desenvolvimento industrial superior e que o produto da queima de combustíveis fósseis e outras fontes de energia são responsáveis pela poluição dos dois principais rios da cidade.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Edilberto Rocha Silveira; Ronaldo Ferreira do Nascimento

School:Universidade Federal do Ceará

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:técnicas de extração determinação fonte poluição ambiental

ISBN:

Date of Publication:11/14/2007

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.