Details

Criopreservação de sêmen humano-comparação entre método de congelação e tipos de envase

by Cavalcante, Marcelo Borges

Abstract (Summary)
O presente trabalho tem como objetivo determinar o melhor método de congelação e envase de sêmen humano, quando comparado o método rápido com o lento e o envase em palhetas de 0,25ml com criotubos de 2ml, utilizando como variáveis a morfologia e motilidade dos espermatozóides antes e após a criopreservação. Trata-se de um estudo experimental, de validação de técnica laboratorial. Foi desenvolvido no Centro de Reprodução Assistida do Ceará. Foram analisadas dezoito amostras de sêmen de dezoito voluntários. As amostras foram submetidas à análise da morfologia e motilidade espermática prévia à criopreservação. Foi determinada ainda uma curva de motilidade espermática nas primeiras três horas. O meio TEST-YOLK foi utilizado como crioprotetor. Depois de adicionado o crioprotetor, o sêmen foi dividido em partes iguais e envasado em criotubos e palhetas. Metade dos criotubos e das palhetas foi submetida a criopreservação pelo método rápido (RT e RP, respectivamente) e a outra metade pelo método lento (LT e LP, respectivamente). Em seguida, as amostras foram descongeladas e determinadas as morfologias, bem como as motilidades logo após a descongelação e a cada hora durante três horas. Análise estatística foi realizada pelo programa de SPSS for Windows versão 11.0.0. Houve uma queda, estatisticamente significante, da motilidade após a criopreservação, motilidade inicial de 58,1% e motilidades nos diferentes tratamentos de 30,3% (LT), 21,1% (LP), 27% (RT) e 19,2% (RP). Também houve uma diminuição significante da morfologia normal após a criopreservação, em relação à morfologia inicial (14,2%), mas não foi observada diferença entre os métodos (12,8%, 12,6%, 12,6% e 12,4%; RP, RT, LP e LT, respectivamente). O método LT foi o que obteve uma curva de motilidade espermática mais próxima da observada no sêmen in natura. Conclui-se que o método LT foi o que menos afetou a motilidade espermática e que, apesar de ter sido observada uma piora significativa da morfologia espermática após a criopreservação, não houve diferença entre os métodos.Palavras-chaves: Criopreservação; Preservação do Sêmen; Espermatozóide; Reprodução
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Renato Passini Júnior; Ricardo Toniolli; Eugênio Pacelli de Barreto Teles

School:Universidade Federal do Ceará

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Criopreservação Preservação do sêmen Espermatozóide Reprodução Biológica Técnicas Reprodutivas Assistidas

ISBN:

Date of Publication:12/20/2004

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.