Details

Dinâmica de formação da reação inflamatória dérmica induzida pelaLeishmania (Viannia) braziliensis no modelo primata Macaca mulatta.

by Lemos, Camila Souza

Abstract (Summary)
O desenvolvimento da infecção por leishmania depende de fatores da interação parasita-hospedeiro que incluem não só o grau de virulência ou patogenicidade do agente etiológico, mas também a natureza da resposta imunológica dohospedeiro. A leishmaniose tegumentar americana humana causada por Leishmania (Viannia) braziliensis apresenta um pleomorfismo clínico, sendo seu quadro histopatológico complexo. A análise da evolução das respostas imuneslocalizada e sistêmica em pacientes com diferentes formas clínicas poderá ajudar a definir o papel das células e citocinas no decurso da doença. A expressão diferenciada de citocinas ocorre em paralelo com a variação encontrada nos tipos celulares do infiltrado inflamatório, o que provavelmentereflete os diferentes estágios da doença. Inúmeros mecanismos imunológicos podem se responsáveis pela destruição tecidual observada nesses pacientes. Em nossos estudos prévios, mostramos que o primata Macaca mulatta oferecevantagens significativas sobre os animais convencionais de laboratório em termos de modulação da doença humana, principalmente no estudo dasinterações entre parasita e hospedeiro quanto aos fatores determinantes da infecção, doença (virulência) e cura da LTA por L. (V.) braziliensis. A grandecontribuição do presente estudo foi a caracterização dos eventos histológicos no decurso da infecção dérmica pela L. (V.) braziliensis em macacos rhesus quedesenvolveram lesão auto-resolutiva. Os diagnósticos histopatológicos incluem uma resposta típica do tipo celular, indutora de uma reação granulomatosa(consistindo em agregados de células epitelióides e células gigantes multinucleadas tipo Langhans, circundadas por linfócitos e plasmócitos) que teve um importante papel no controle da replicação parasitária. Análise por programacomputacional das células imunomarcadas (como CD20, CD3, CD4, CD8, CD68, HLA-DR) no infiltrado inflamatório revelou uma consistente variação relativa nas proporções desses tipos celulares. Contudo, as freqüências de CD4foram maiores do que as de CD8 durante a evolução da lesão. Esses achados apontam, sobretudo, a viabilidade desse modelo primata de infecção dérmica pela L. (V.) braziliensis para se avaliar as respostas imunes localizada e sistêmica correlacionadas com a patologia da doença.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Renato Porrozzi de Almeida; Gabriel Grimaldi Filho

School:Faculdades Oswaldo Cruz

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:IMUNOLOGIA

ISBN:

Date of Publication:03/31/2006

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.