Details

Investigação de conhecimentos sobre a dengue e do índicede adoção de um recurso preventivo (capa evidengue®) nodomicílio de estudantes, associados a uma ação educativa emambiente escolar.

by Silva Barros, Héliton da

Abstract (Summary)
A crescente incidência da dengue no Brasil requer inovações que auxiliem a prevenção da proliferação dos vetores da doença, sobretudo no domicílio e peridomicílio. Tais inovaçõespodem envolver o uso de tecnologias associadas a programas de informação e educação. Desde que a dengue se tornou um importante problema de saúde pública, várias medidasrelacionadas à informação e à educação da população vêm sendo tomadas com objetivo de controlar a doença. A despeito dessas medidas, os dados da literatura de prevenção domiciliarda dengue mostram não haver relação direta entre o aumento do conhecimento e a promoção de comportamento preventivo. No presente estudo, são descritos o método e os resultados deuma ação educativa visando a prevenção domiciliar da dengue, realizada com alunos da 8ª série do ensino fundamental e da 1ª série do ensino médio de escola pública, em áreaendêmica de um distrito de Belo Horizonte, MG. Participaram quatro turmas: duas do período da manhã, uma do período da tarde e uma do período da noite. A investigação consistiu namanipulação de quatro condições experimentais de uma ação educativa em saúde constituída de três componentes: aula sobre a dengue, distribuição de capa evidengue (recurso preventivo para proteção de pratos coletores de água de vasos de planta) e de folheto informativo sobre a doença e a capa. Cada condição foi manipulada em uma das quatro turmas, separadamente. A condição experimental atribuída a cada turma foi definida por meio de sorteio, sem a presençado pesquisador que ministrou a aula sobre a dengue. Para avaliar o conhecimento dos alunos sobre a doença, uma subamostra de 40 alunos (10 de cada turma) foi selecionada para responder a um questionário escrito, antes e depois da ação educativa. O questionário constou de oito questões de respostas cursivas relativas a três aspectos primários do conhecimento do aluno sobre a doença: 1) o conceito de dengue; 2) o modo de transmissão; e 3) as formas deprevenção. Após ação educativa na escola, observadores de campo visitaram as residências de 98 alunos (85,2% da amostra) para registrar a adoção da evidengue. Definiu-se adoção como a verificação, pelos observadores, do uso proficiente da capa em um ou mais vasos de planta,em cada uma das residências visitadas. Os resultados referentes ao questionário replicam dados da literatura que revelam nível satisfatório de conhecimento sobre a dengue,principalmente sobre a prevenção da doença. A manipulação do componente aula promoveu ganhos relativos de conhecimento sobre ações de prevenção e incluiu um novo conceito norepertório verbal dos alunos: o conceito de vedar em substituição ao de tampar, mudança que pode conferir maior precisão no cuidado doméstico com recipientes coletores de água. No cômputo geral das casas em que havia vasos de planta com prato coletor, a ação educativa resultou em índices de adoção da evidengue de 34,8% na primeira verificação e de 49,2% na segunda verificação. Um cômputo que exclui a condição de controle, em que não houve distribuição da evidengue, revelou índices de 42,1% e 63%, respectivamente. A manipulação do componente folheto apresentou-se com melhores resultados do que as demais condiçõesestudadas para a adoção.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Virgínia Torres Schall

School:Faculdades Oswaldo Cruz

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:SAUDE PUBLICA Dengue

ISBN:

Date of Publication:12/07/2007

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.