Details

Descontaminação de canetas odontológicas de alta rotação em unidades básicas de saúde no município de Goiânia

by Pereira, Renata Silva

Abstract (Summary)
O controle de infecção é considerado medida essencial à segurança da equipe odontológica e pacientes A caneta de alta rotação é um instrumento muito utilizado durante seu funcionamento gera aerossóis e facilita a disseminação microbiana além de apresentar polêmica descontaminação Segundo levantamento prévio realizado nas Unidades Básicas de Saúde do município de Goiânia verificou-se na atividade clínica odontológica a ampla utilização do álcool etílico a 70% nos procedimentos de desinfecção de canetas de alta rotação em substituição aos métodos de esterilização Este estudo teve como objetivos: identificar a rotina de descontaminação das canetas de alta rotação nas Unidades Básicas de Saúde do município de Goiânia e verificar a ação bactericida e fungicida do álcool etílico a 70% na descontaminação de canetas de alta rotação segundo a rotina adotada para o seu processamento Foi realizado em sete Centros de Atendimento Integral a Saúde (CAIS) que oferecem atendimento odontológico a população em geral do município de Goiânia Foram aplicados dois questionários distintos O primeiro ao responsável técnico pelo processamento da caneta de alta rotação e o segundo aos cirurgiões-dentistas nas suas respectivas unidades Os dados dos questionários foram analisados no programa Epi Info 2000 versão 3 3 2 e apresentados de forma descritiva Para a análise microbiológica foram coletadas 70 amostras de 19 canetas odontológicas de alta rotação nas sete Unidades Básicas de Saúde em estudo A coleta foi realizada com auxílio de swab estéril em toda a superfície da caneta de alta rotação pronta para o uso após o procedimento de desinfecção pelo álcool etílico a 70% entre atendimentos Não houve interferência na rotina das Unidades Básicas de Saúde quanto ao processamento da caneta de alta rotação durante a coleta de dados Observou-se em todas as Unidades Básicas de Saúde inadequações no processamento da caneta de alta rotação que comprometem a sua qualidade As condutas relacionadas ao processo de descontaminação apropriado para a caneta de alta rotação não eram realizadas por nenhum dos responsáveis técnicos pelo seu processamento o que contraria as recomendações do Ministério da Saúde e Centers for Disease Control and Prevention Vale destacar que as canetas de alta rotação são artigos semicríticos e requerem esterilização entre atendimentos Identificou-se a presença de microrganismos potencialmente patogênicos na superfície da caneta de alta rotação após o uso do álcool etílico 70% Foi verificado o crescimento em cultura de cocos Gram positivos em 29 (41,5%) amostras leveduras em oito (11,4%) e cocos Gram positivos associados a leveduras em nove (12,8%) As conseqüências da falta de padronização no processamento da caneta de alta rotação vão além da não obtenção do efeito esperado para o álcool etílico a 70% e podem resultar em riscos aos próprios responsáveis pelo processamento cirurgiões-dentistas e principalmente para os pacientes
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Anaclara Ferreira Veiga Tipple; Cleomenes Reis

School:Universidade Federal de Goiás

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:MEDICINA descontaminação caneta de alta rotação álcool etílico a 70%

ISBN:

Date of Publication:03/31/2006

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.