Details

Influência de bebidas e escovação nas propriedades físicas de uma resina composta

by Lepri, Cesar Penazzo

Abstract (Summary)
Objetivo: Este estudo avaliou a influência de bebidas e escovação na estabilidade de cor, rugosidade superficial e microdureza em profundidade de uma resina composta. Materiais e Método: 120 discos (10mm de diâmetro X 2mm de espessura) de resina composta (Filtek- Z250) foram preparados e polidos após 24 horas. A cor inicial e a rugosidade superficial inicial foram mensuradas e os espécimes foram divididos aleatoriamente em quatro grupos (vinho tinto, refrigerante, aguardente, ou saliva artificial controle) e três subgrupos (sem escovação; escovação com Colgate, ou escovação com Close Up Whitening). Os espécimes foram imersos na sua respectiva solução, 5x ao dia, por 5 minutos, durante 30 dias, sendo dois subgrupos escovados ao final de cada dia (120 movimentos/dia). A cor foi mensurada no 15º e no 30º dia de imersão; a rugosidade superficial final foi medida no 30º dia. Após o período de imersão, os espécimes foram armazenados em saliva artificial por 7 dias, quando a superfície dos mesmos foi polida e imediatamente realizou-se uma mensuração de cor. A alteração de cor foi mensurada com um espectrocolorímetro e analisada pelos valores de ΔE, ΔL, Δa, e Δb. Os valores de rugosidade (Ra-μm) foram medidos com um rugosímetro. Com relação à microdureza, os espécimes primeiramente foram incluídos em resina de poliéster e seccionados no sentido transversal. Após o polimento destas superfícies, foram realizadas mensurações nas profundidades de 30μm, 60μm, 90μm, 120μm e 250μm, empregando os parâmetros 25gf/40s de microdureza Knoop. Os dados foram submetidos à ANOVA e teste de Fisher\'s (α=5%). Resultados: Os valores de alteração de cor foram estatisticamente diferentes após a imersão nas bebidas; o vinho tinto promoveu a maior alteração, seguido pelo refrigerante e aguardente, que foram similares entre si e diferentes da saliva artificial. Nenhuma diferença foi observada com ou sem escovação, independentemente do dentifrício utilizado. Ao 30º dia, os espécimes apresentaram uma mudança de cor mais intensa do que ao 15º dia, após o repolimento, a cor dos espécimes foi similar à cor do 15º dia. As bebidas e a escovação influenciaram negativamente na rugosidade da superfície. Em relação à microdureza, não houve diferença significativa entre os grupos, independentemente da profundidade analisada. Conclusões: A mudança de cor da resina composta foi influenciada apenas pelas bebidas; a escovação não afetou a propriedade analisada. O repolimento não foi suficiente para promover o retorno da cor dos espécimes aos valores iniciais. A rugosidade superficial foi influenciada negativamente tanto pelas bebidas quanto pela escovação. Para a microdureza, a resina composta apresentou resultados similares independentemente das bebidas utilizadas e da presença ou ausência de escovação nos espécimes avaliados.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Regina Guenka Palma Dibb; Regina Guenka Palma Dibb; Cláudia Helena Lovato da Silva; Wanessa Christine de Souza Zaroni

School:Universidade de São Paulo

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords: escovação propriedades físicas soluções

ISBN:

Date of Publication:01/23/2009

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.