Details

Níveis de anticorpos contra o antígeno de superfície do vírusda hepatite B (anti-HBs) em escolares da primeira série do ensino fundamental, no município de Vitória, com e sem helmintos intestinais e/ou reação sorológica positiva para Toxocara

by Coutinho Liberato, Marisa Buriche

Abstract (Summary)
Introdução. Infecções helmínticas induzem imunomodulação que pode interferir nos diferentes mecanismos imunitários, inclusive na manutenção da memória imunológica, podendo, portanto, interferir na eficácia da vacinação contra o vírus Bda hepatite (VHB). Objetivos. Avaliar, em uma amostra de escolares com 7 anos de idade, os títulos de anti-HBs e anti-HBc e a prevalência de helmintíases intestinais ede anticorpos anti-Toxocara. Material e métodos. 195 escolares, matriculados na primeira série do ensino fundamental em oito escolas de Vitória, saudáveis,vacinados ao nascer contra o VHB (vacina recombinante), nos quais foi feita a pesquisa de anticorpos anti-Toxocara (ELISA IgG, CELISA, Cellabs Pty Ltda. Brokvale, Austrália), exame parasitológico de fezes e hemograma completo. O anti-HBs e anti-HBc foram avaliados com kits comerciais (Axsym Ausab e Axsym Core, da Abbot). Resultados. 103 crianças eram do sexo masculino. A média de idade foi de 7,27 anos. O estado nutricional era bom, demonstrado pelos valores dasmedianas da hemoglobina e dos linfócitos circulantes (respectivamente de: 12,1 g/dL e 2415/mm3). Em 40 havia pelo menos um helminto intestinal e em 90 a sorologiapara Toxocara apresentou densidade óptica acima de 0,500, considerada como positiva para infecção com o Toxocara. Em 100 crianças havia ou sorologia positiva ou presença de um helminto ou ambas. A média geométrica dos títulos de anti-Hbsfoi de 22,64 UI/L e 65 (33,84%) crianças apresentaram títulos abaixo de 10 UI/L. Nenhuma criança foi reagente para o anti-HBc. Não houve diferença significativa na freqüência de títulos do anti-HBs menores de 10 UI/L nem na média geométrica dos títulos em relação a presença de helmintos intestinais e/ou sorologia positiva para Toxocara. Conclusão. A presença de helmintos intestinais e ou de reaçãosorológica positiva para Toxocara, na amostra estudada, não interferiu com os títulos de anti-HBs avaliados sete anos após a vacinação com a vacina recombinante contra o vírus B da hepatite (VHB). A freqüência de títulos de anti-HBs menores de 10 UI/L observada na amostra não difere do observado em outros países, onde foi investigada em amostras semelhantes em relação à idade e tempo após a vacinação.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Rodrigo Ribeiro Rodrigues; Aparecida das Graças Carvalho Gomes; Fausto Edmundo Lima Pereira

School:Universidade Federal do Espírito Santo

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:vacina contra hepatite B

ISBN:

Date of Publication:

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.