Details

Avaliação de Programa de Gerenciamento de Casos Crônicos emPlano de Saúde do tipo Autogestão em Minas Gerais

by do Bem, Paulo Magno

Abstract (Summary)
Os sistemas de saúde de diversos países têm experimentado uma crise que resulta em uma dificuldade crescente em financiar a assistência à saúde de seus cidadãos com conseqüente necessidade de implementação de ajustes e reformas. As instituições financiadoras de serviços de saúde também questionam um outro aspecto em crise no modelo vigente: a assistência médico-hospitalar com uma abordagem excessivamente tecnicista e descontextualizada da história de vida dos usuários. A necessidade de implementação de ações de saúde voltadas para uma prática mais humanizada foi o motivo para a realização desta dissertação na forma de artigos. O primeiro artigo aborda a inserção da Assistência Domiciliar no gerenciamento de casos. Esta modalidade de assistência pode ser compatível esinérgica com a atividade de gerenciamento de casos ou de doenças crônicas. Neste caso, o trabalho multiprofissional está centrado numa ação pró-ativa de atendimento às necessidades sentidas ou não pelos pacientes ou familiares, facilitando a sua aderência e o seguimento doprotocolo de tratamento no sentido de evitar complicações e propiciar uma melhor qualidade de vida. O segundo artigo descreve os resultados de um programa de gerenciamento de casos crônicos em uma operadora de plano de saúde do tipo autogestão em Minas Gerais. No período de 3 anos foram incluídos no programa 83 pacientes, sendo 40 do sexo masculino (48,2%) e 43 do sexo feminino (51,8%). A idade média dos pacientes foi de 77,3 anos (desvio-padrão = 3,9 anos e mediana = 82 anos, variação de 42 a 98 anos). Vinte e quatropacientes (28,9%) evoluíram para o óbito, 24 (28,9%) tiveram alta do programa e 35 (42,2%) permaneceram no programa no momento do término deste estudo. Na análise multivariada estiveram associadas com maior chance de óbitos as seguintes variáveis: grau de dependência para AVD à admissão no programa (p= 0,023), piora no grau dependência durante a permanência no programa (p= 0,024) , dependência para se levantar (p= 0,008) , necessidade de auxílio-cuidador (p= 0,003) e de oxigenioterapia (p= 0,003) durante a permanência no programa. O maior percentual de óbitos associados a estas variáveis reflete a maior gravidade dos pacientes incluídos no programa como, por exemplo, pacientes com neoplasia avançada(10,8% dos casos) sem perspectiva terapêutica convencional. Ademais, a inclusão dos pacientes no programa objetivou uma maior humanização da assistência prestada e não teve como único objetivo a redução dos custos assistenciais.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Carlos Faria Santos Amaral; Edgar Nunes de Moraes; Nilton Alves de Rezende

School:Universidade Federal de Minas Gerais

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Avaliação de programas Projetos Saúde DeCS Planos pré-pagamento em saúde Programas assistência gerenciada Dissertação da Faculdade Medicina. UFMG Programa Teses.

ISBN:

Date of Publication:03/23/2007

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.