Details

A Inserção de Pessoas com Deficiência em Empresas Brasileiras: um estudo sobre as relações entre concepções de deficiência, condições de trabalho e qualidade de vida no trabalho

by de Carvalho, Maria Nivalda

Abstract (Summary)
Esta pesquisa, de natureza teórico-empírica, teve por objetivo investigar as relações entre a forma como a deficiência é vista pelos gerentes e pessoas responsáveis pela inserção de pessoas com deficiências nas empresas, as ações de adequação das condições e práticas de trabalho e a qualidade de vida no trabalho por parte das pessoas com deficiência. Mediante uma análise histórica, elaborou-se uma tipificação das principais concepções de deficiência que existiram ao longo do tempo, as quais permitiram a caracterização de padrões de percepção da deficiência e das possibilidades de trabalho das pessoas com deficiência. Foram analisadas, em uma perspectiva sociológica, e caracterizadas as condições sociais e materiais necessárias à inserção de pessoas com deficiência que não as colocassem em desvantagem em relação às demais. Adotou-se o modelo de qualidade de vida no trabalho elaborado por Walton (1973) para analisar a satisfação das pessoas com deficiência em relação a aspectos considerados relevantes para sua inserção no trabalho. Foram construídos e validados inventários de concepções de deficiência e de ações de adequação das condições e práticas de trabalho, além de ter sido feita adaptação e validação do questionário de qualidade de vida no trabalho para atender aos objetivos da pesquisa. A investigação empírica utilizou-se de metodologia quantitativa e qualitativa, tendo sido realizado um survey do qual participaram 18 empresas nacionais e um estudo de caso em uma grande instituição de serviços e intermediação financeira do País com mais de mil funcionários portadores de deficiência. Os resultados confirmaram o pressuposto teórico de coexistência de múltiplas concepções de deficiência e indicaram que as empresas têm priorizado as modificações nas condições de trabalho mais do que as ações de sensibilização e práticas de Recursos Humanos que assegurem a inserção. Os dados sobre qualidade de vida no trabalho decorrentes do estudo de caso indicaram satisfação das pessoas com deficiência em relação à maioria dos fatores pesquisados, no entanto, cerca de trinta por cento dessas pessoas estavam insatisfeitas em relação aos fatores relacionados a remuneração e oportunidade de crescimento profissional. Além disso, foram constatadas relações significativas entre alguns fatores dos construtos concepções de deficiência e ações de adequação das condições e práticas de trabalho, indicando a importância de ações de sensibilização, adaptações das condições de trabalho e práticas de Recursos Humanos no processo de inserção e gestão da diversidade em empresas. Não foram constatadas diferenças significativas quanto aos segmentos empresariais que fizeram parte da pesquisa. Além disso, foram verificadas implicações desses mesmos construtos na satisfação das pessoas com deficiência em relação aos aspectos associados ao construto qualidade de vida no trabalho analisados. Também foi constatada a potencialidade do modelo heurístico proposto e dos instrumentos de análise utilizados para a pesquisa da inserção e gestão do trabalho de pessoas com deficiência nas organizações.
Bibliographical Information:

Advisor:Antonio Luiz Marques; Carlos Alberto Goncalves; Marlene Catarina de Oliveira Lopes Melo; Darcy Mitiko Mori Hanashiro; Celso Amorim Salim

School:Universidade Federal de Minas Gerais

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:qualidade de vida no trabalho teses deficientes fã­sicos mercado administraã§ã£o

ISBN:

Date of Publication:02/15/2007

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.