Details

Avaliação das ações de promoção da saúde no controle do câncer de colo uterino Avaliation of the health promotion?s actions in the control of the uterine cervical neoplasm

by Torres Eduardo, Kylvia Gardênia

Abstract (Summary)
O câncer de colo uterino (CCU), segunda causa de morte por neoplasias em mulheres, caracteriza-se por possuir fatores de risco relacionados a hábitos e estilos de vida que poderiam ser minimizados e/ou eliminados através de ações de promoção da saúde. Para tanto, realizou-se o presente estudo com os objetivos de avaliar as ações de promoção da saúde desenvolvidas por enfermeiras do Programa de Saúde da Família (PSF) no controle do CCU, identificar fatores de risco para CCU e verificar associação entre a promoção de informações sobre os fatores de risco e o conhecimento das usuárias sobre esses fatores. Tratou-se de estudo avaliativo realizado no município de São Gonçalo do Amarante - CE, com 11 enfermeiras e 390 usuárias que compareceram a unidade de saúde para realização do exame de Papanicolaou no período de maio a agosto de 2007. Os dados foram coletados por meio de entrevista, observação indireta da coleta citológica e registros fotográficos e documentais das ações de promoção da saúde. Foram utilizados três instrumentos: um questionário voltado ao levantamento do perfil profissional das enfermeiras; e dois formulários, um abordando as cinco estratégias de promoção da saúde e outro voltado à vulnerabilidade das clientes. Os dois primeiros foram aplicados às enfermeiras e o último às usuárias. O formulário aplicado às enfermeiras teve como base o instrumento de Avaliação para a Melhoria da Qualidade da Estratégia de Saúde da Família (AMQ) adotada pelo Ministério da Saúde. Os dados estatísticos foram analisados através do sistema SPSS 13.0 e discutidos segundo a literatura pertinente. Verificou-se a realização de ações de promoção da saúde principalmente relacionadas às estratégias de promoção de ambientes favoráveis à saúde, desenvolvimento de habilidades pessoais e políticas públicas saudáveis, em detrimento das estratégias de participação comunitária e reorientação dos serviços de saúde. Observou-se a participação multiprofissional nas ações promotoras de saúde e a diversidade de técnicas e recursos utilizados nas atividades educativas. Os fatores de riscos para CCU mais presentes na população feminina estavam relacionados às condições socioculturais, econômicas e à saúde sexual e reprodutiva. A maioria das usuárias (61,28%) referiu conhecer, no mínimo, um fator de risco para CCU. Os fatores de risco mais conhecidos foram: pluralidade de parceiros, higiene íntima inadequada, desuso de condom e infecções genitais de repetição. A enfermeira foi reconhecida como a principal fonte de informação, pelas clientes. As mudanças, mais citadas, ocasionadas pelo conhecimento dos fatores de risco foram: realização periódica do exame de Papanicolaou, monogamia e uso de condom. Verificou-se associação estatisticamente relevante entre as ações educativas desenvolvidas pelas enfermeiras no controle do CCU e o conhecimento das usuárias sobre os fatores de risco. Portanto, o estudo demonstrou a atuação das enfermeiras como as principais agentes promotoras de saúde. Contudo, ainda existe a necessidade de envolver a comunidade e os demais setores da sociedade na discussão e enfrentamento dos problemas de saúde, o que justificaria estudos nessa área.
Bibliographical Information:

Advisor:Ana Karina Bezerra Pinheiro; Escolástica Rejane Ferreira Moura; Raimunda Magalhães da Silva

School:Universidade Federal do Ceará

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:enfermagem promoção da saúde neoplasias do colo útero health promotion uterine cervical neoplasms nursing care cuidados de uterinas prevenção e controle programa família

ISBN:

Date of Publication:12/19/2007

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.