Details

Explicitação ergonômica das atividades de cultivo de ostras: um estudo sob o enfoque antropotecnológico

by Biazus, Marisa Angela

Abstract (Summary)
O estudo objetivou explicitar os conhecimentos tácitos utilizados por ostreicultores nas atividades de cultivo de ostras, visando o seu compartilhamento e transferência entre regiões produtoras. Para atender a este propósito, buscaram-se subsídios em abordagens teóricas e metodológicas da antropotecnologia, cognição situada e gestão do conhecimento e suporte em mapas cognitivos. Analisaram-se os contextos relativos ao ambiente externo e interno em duas situações, uma localizada no Brasil e outra na França. A pesquisa exploratório-descritiva tem abordagem qualitativa do tipo estudo de caso. Constatou-se que, na França, a ostreicultura encontra-se bem estruturada, tem suporte em tecnologias físicas, legislação, apoio técnico e, para ingresso no setor, são indispensáveis a formação teórica e comprovação de experiência em situação. A profissão está consolidada. Critérios bem definidos de manejos, controle das ações desenvolvidas e normatizações para o setor resultam em qualidade do produto, agregando valores e valorizando o sabor e saber locais. No Brasil, o cultivo de ostras é recente, porém a produção de Santa Catarina destaca-se no cenário nacional. Há desafios que exigem esforços conjuntos de órgãos decisores das políticas públicas, sociedade organizada e ostreicultores para a sustentabilidade da atividade. O contexto industrial está em evolução, tanto no desenvolvimento de fornecedores, como de equipamentos e legislações relacionadas à concessão de espaços de cultivo, formulação de critérios para acesso e permanência nas áreas, melhoria dos processos de produção e do produto e inserção dele no circuito nacional de consumo. A consolidação da ostreicultura como profissão é outro aspecto a ser considerado e, para tal, pode contribuir a explicitação dos conhecimentos tácitos utilizados no cultivo, visando uma composição deles com outros já reconhecidos e validados. A análise das atividades desenvolvidas pelos ostreicultores nos dois países possibilitou identificar as estratégias utilizadas na estruturação e execução das tarefas, compor mapas cognitivos e formular procedimentos de trabalho visando o compartilhamento e transferência dos conhecimentos.
Bibliographical Information:

Advisor:Anete Araújo de Sousa; Eliete Medeiros; Márcia Machado; Neri dos Santos; Rossana Pacheco da Costa Proença; Ana Regina de Aguiar Dutra

School:Universidade Federal de Santa Catarina

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:gestão do conhecimento ergonomia maricultura ostra criação engenharia de producao

ISBN:

Date of Publication:03/28/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.