Details

Investigação da susceptibilidade de formas sanguíneas do plasmodium falciparum à apoptose frente a estímulos com óxido nítrico, cloroquina e estaurosporina.

by Rivas Totino, Paulo Renato

Abstract (Summary)
É fato conhecido que anticorpos, óxido nítrico e a cloroquina são capazes de inibir o crescimento in vitro do P. falciparum através de um mecanismo de morte ainda não elucidado. A susceptibilidade do P. falciparum à apoptose induzida pelo tratamento com parasiticidas foi investigada pela fragmentação de DNA por eletroforese e pelo ensaio de TUNEL. Assim, considerando que a apoptose poderia representar um mecanismo de manutenção da espécie, decidimos avaliar se a morte das formas eritrocíticas do P. falciparum é marcada ou não por eventos apoptóticos após diferentes tratamentos in vitro. Quando adicionamos ao cultivo de P. falciparum S-nitroso-acetil-penicillamina (SNAP ? um doador de óxido nítrico), cloroquina ou estaurosporina, observamos tanto por microscopia óptica quanto por citometria de fluxo que esses compostos além de inibir o crescimento plasmodial, também foram capazes de reduzir os níveis parasitêmicos dos cultivos tratados por 24h, quando comparados com a parasitemia do cultivo inicial (0h). Já as IgGs de coelhos imunizados que foram capazes de reagir com antígenos do parasita não tiveram nenhum efeito no desenvolvimento plasmodial. Inesperadamente, quando analisamos pelo método de TUNEL a integridade do DNA nos parasitas mantidos em cultura sob os diferentes estímulos, apenas um baixo percentual de parasitas apresentou fragmentação de DNA. Além disso, o pré-tratamento do P. falciparum com um inibidor geral de caspases não foi capaz de prevenir a morte dos parasitas. A ausência desses eventos apoptóticos aliada à não identificação por análise ultra-estrutural de condensação de cromatina (outro processo associado a apoptose) e sim de um processo de vacuolização celular nos parasitas induzidos a morte, nos leva a concluir que as formas eritrocíticas do P. falciparum mantidas sob estresse farmacológico e imunológico não morrem por apoptose, mas por um processo de vacuolização similar a autofagia. Esse processo de vacuolização foi evidenciado mesmo no caso da morte dos parasitas de P. falciparum induzida por estaurosporina, um caracterizado indutor de apoptose em células de mamíferos.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Maria de Fátima Ferreira da Cruz

School:Faculdades Oswaldo Cruz

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Morte Celular

ISBN:

Date of Publication:11/24/2006

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.