Details

Soroprevalência da infecção pelo vírus da hepatite B e avaliação da imunidade vacinal em cirurgiões-dentistas de Goiânia-GO

by Mendonça de, Enilza Maria

Abstract (Summary)
O vírus da hepatite B (VHB) é considerado o agente de maior risco ocupacional para o cirurgião-dentista (CD). A vacinação contra este vírus é fortemente recomendada para este profissional que tem contato freqüente com sangue e saliva dos pacientes. Os objetivos deste estudo foram: determinar a soroprevalência da infecção pelo VHB em CD de Goiânia-GO; verificar a imunidade vacinal deste grupo de profissionais e investigar a possível presença de DNA do VHB nos soros anti-HBcAg positivos. Uma amostra randomizada de 678 CD participou deste estudo. Os participantes responderam a um questionário com questões sobre vacinação e fatores de risco para infecção pelo VHB, bem como amostras sanguíneas foram coletadas para detecção dos marcadores sorológicos HBsAg, anti-HBsAg e anti-HBcAg total. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa Humana e Animal do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás. O marcador de infecção viral anti-HBcAg total foi observado em 41 (6,0%) dos CD, sendo que nenhum deles apresentou HBsAg positivo. Associações significantes com a positividade ao VHB foram observadas com relação ao gênero masculino, ao aumento no tempo de trabalho e ao uso incompleto de equipamentos de proteção individual. Nas amostras anti-HBcAg positivas, o DNA viral foi detectado na semi-nested PCR em duas amostras (4,9%). Foi observado que 98,4% (667/678) dos CD relataram vacina contra o VHB sendo que 77 (11,4%) não completaram o esquema de três doses. Dentre os 667 CD vacinados, foi observado que 87,0% eram anti-HBs positivos, com 88,3% para aqueles com esquema vacinal completo. O anti-HBs quantitativo foi feito para 313 soros (49,8%) dentre 629 CD vacinados anti-HBcAg negativos. Destes, concentração < 10 UI/L foi encontrado em todos os soros que tiveram resultado indeterminado (n=7) e negativo (70) no ensaio qualitativo. No entanto 48 (20,3%) soros anti-HBs positivos tiveram resultado < 10 UI/L no ensaio quantitativo. Estes resultados sugerem que a soroprevalência da infecção para o VHB em CD desta região está abaixo da taxa assumida para a população em geral, para outros grupos de profissionais de saúde na mesma região e para CD de outras regiões do Brasil que, associados à alta prevalência de vacinados e de imunidade vacinal, apontam para um impacto positivo do programa de imunização com a evidente alta adesão dos CD também às outras medidas de precauções padrão.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Divina das Dôres de Paula Cardoso; Sonia Maria Fernandes Batista; Marcelo Medeiros; Fabíola Souza Fiaccadori; Vânia Cristina Marcelo

School:Universidade de Brasília

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Hepatite B cirurgião-dentista Brasil CIENCIAS DA SAUDE

ISBN:

Date of Publication:02/25/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.