Details

Situação da arborização viária e proposta de espécies para os bairros Antônio Zanaga I e II, da cidade de Americana/SP

by da Silva, Luzia Ferreira

Abstract (Summary)
Os objetivos deste trabalho foram avaliar a situação da arborização viária em dois bairros de Americana/SP, apresentar dados que possam servir de base para seu plano diretor de arborização urbana, escolher espécies para plantio nas calçadas, junto à população local, e colaborar no envolvimento dos moradores na solução dos freqüentes problemas relacionados à educação ambiental. Na primeira fase, foi feito um inventário das árvores existentes, analisando as espécies mais freqüentes, suas condições e as infra-estruturas que as envolviam. Na segunda fase realizou-se entrevistas, com aplicação de questionário aos moradores, que não tinham plantas nas calçadas. O questionário era acompanhado de pranchas, com fotos das espécies selecionadas e características da rua em questão. Foram encontradas 2.551 árvores plantadas, sendo a maioria de espécies exóticas, em 76 espécies diferentes, com maiores freqüências da Murraya exótica (falsa murta) com 18,42%, Ligustrum lucidum (ligustro) com 16,50% e Licania tomentosa (oiti) com 12,47%. Na falsa murta verificou-se baixa porcentagem de podas drásticas, em V e L, porém a porcentagem de podas de condução e topiaria foram marcantes. A maioria das podas foi motivada pela presença da fiação elétrica, e o ligustro, canelinha e sete copas, apresentaram as maiores porcentagens. O ligustro, seguido de sibipiruna e sete copas, apresentaram raízes afetando estruturas urbanas, como, também, maiores porcentagens de área livre insuficiente. A falsa murta vem substituindo estas árvores, evidenciando tal preferência pela população e órgãos públicos, o que preocupa vários técnicos. Em 485 casas visitadas, foram entrevistados 247 moradores, 162 casas não tinham moradores e, em 55 casas, os moradores não quiseram atender. Dos moradores entrevistados, 70,04% já tiveram uma árvore plantada na calçada e, 79,76% rejeitaram o plantio em frente às suas casas. Mais da metade dos moradores entrevistados (61,13%) desconhece o responsável pela arborização urbana e a maioria (67,21%) não reconhece os benefícios que a calçada verde pode fornecer. A ordem de preferência foi de 54,49% para arbustos, 29,55% para árvores, sendo que 8,91% não opinaram e 4,05% disseram não gostar de planta alguma. As espécies, Stifftia crysantha Mikan e, Lagerstroemia indica L. foram as mais votadas pelos moradores. Diante deste panorama, constata-se que muito há que se fazer em prol da melhoria da arborização nos bairros pesquisados e a participação da comunidade é fundamental em contribuir na qualidade, tanto da pesquisa, como no plano diretor da arborização urbana.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Ana Maria Liner Pereira Lima; Denise Laschi; Demostenes Ferreira da Silva Filho; Ana Maria Liner Pereira Lima

School:Universidade de São Paulo

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords: arborização educação ambiental espaço urbano inventário florestal participação comunitária

ISBN:

Date of Publication:12/05/2005

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.