Details

"Promoção da saúde do trabalhador de enfermagem:análise da prática segura do uso de luvas na punção venosa periférica"

by Santos Zapparoli, Amanda dos

Abstract (Summary)
Os trabalhadores da equipe de enfermagem estão amplamente expostos ao risco biológico pelas características peculiares de seu trabalho. Dentre as atividades desenvolvidas por esses trabalhadores, a punção venosa periférica os expõe ao contato com sangue dos pacientes atendidos sendo a inadequação do uso de equipamentos de proteção individual, particularmente as luvas de procedimento, objeto de inquietação. O estudo objetivou identificar o comportamento do uso de luvas de procedimento durante a atividade de punção venosa periférica pelos trabalhadores de enfermagem e os motivos que os levam a não utilizá-las; trata-se de uma pesquisa exploratória, com análise qualitativa e quantitativa dos dados, estudados na perspectiva do referencial teórico de Promoção da Saúde proposto por Pender. O estudo foi realizado com trabalhadores da unidade de internação de Clínica Médica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (HC-FMRP-USP) em duas etapas que incluíram a observação e a entrevista semi-estruturada. Os dados foram analisados por meio de análise de conteúdo, baseados em categorias pré-estabelecidas: conduta prévia, percepção de benefícios para a ação, percepção de barreiras para a ação, percepção de auto-eficácia, influências interpessoais, influências situacionais e satisfação relacionada à atividade. Durante a atividade estudada a maioria dos trabalhadores não usaram luvas, referiram ter o hábito de realizar a atividade de maneira que os expõem a riscos e existe uma baixa adesão às orientações de precaução-padrão; os sujeitos relataram não acreditar na luva como barreira de proteção, apontaram as inadequações relativas ao tamanho e perda de sensibilidade tátil como barreiras; muitos acreditam em suas capacidades para realizar a atividade de punção venosa sem o uso de luvas e sentem-se seguros a partir de sua experiência pela prática de trabalho; mencionaram que a falta de sensibilidade tátil no momento da punção e a dificuldade no manuseio do esparadrapo para a fixação do cateter os levam a retirá-la, além do excesso atividades e escassez de funcionários; relataram que os colegas de trabalho e a chefia influenciam de maneira positiva a conduta promotora de saúde; descreveram a atividade de punção venosa com grande satisfação, porém, quanto ao trabalho de enfermagem encontrou-se relatos de infelicidade e insatisfação na profissão. Conclui-se que há necessidade de implementar estratégias para mudança de comportamento visando a promoção da saúde e a segurança dos trabalhadores.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Maria Helena Palucci Marziale; Vanda Elisa Andres Felli; Maria Helena Palucci Marziale; Marcia Maria Fontao Zago

School:Universidade de São Paulo

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords: enfermagem promoção da saúde

ISBN:

Date of Publication:12/19/2005

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.